Cesar Augusto Mota

Cesar Augusto Mota

Bacharel em Ciências Jurídicas e Socias e advogado. Da capital federal, vascaíno não por opção, nasci predestinado a ser Vasco, com a Cruz de Malta no peito e faixa de campeão.

Compartihe esta Coluna

Torcer sim, agredir jamais!

Em 29/08/2013 23:58
 

Olá, amigos vascaínos!

Estamos vendo nosso Vasco oscilar, quando não esperamos nada vem uma boa atuação, e quando é para engrenar, nos decepcionamos. A equipe ainda em formação, mas com mais confiança, com maior movimentação e um novo ambiente. Espera-se que nos próximos jogos venham vitórias, temos visto boas atuações em algumas rodadas, mas pontuar é importante. Comentemos o desempenho nas duas competições nacionais.

 

Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil

 

A notícia da negociação de Eder Luis com o futebol árabe parecia que iria abater a equipe para o jogo diante do Corinthians, em Brasília, mas não foi o que aconteceu. Apesar de ter demorado a entrar no jogo, o segundo tempo do Vasco foi superior, e quase chegou a vitória. Mas o que chamou a atenção não foi o futebol, mas infelizmente, as cenas de violência nas arquibancadas do Mané Garrincha.
Tudo ocorria bem, até que a organizada Gaviões da Fiel chega atrasada ao estádio e invade o lado da torcida do Vasco. Além disso ser absurdo, inadmissível foi a ausência de separação entre torcidas e a falha na segurança do Mané Garrincha.

Por conta de uma confusão dessa, o Vasco corre risco de ser punido e pode perder mandos de campo por conta de mal intencionados, e pra piorar, foi comprovado que horas antes do jogo, integrantes fizeram arrastão em supermercado e saíram sem pagar por diversos produtos, sendo alguns escondidos em camisas e mochilas. São essas pessoas que entram em nossos estádios? E as autoridades? Não farão nada?

A proposta de dissolver a Gaviões não surtirá efeito porque as mesmas pessoas podem criar outras torcidas organizadas e seguirem realizando os mesmos encontros, o que resolve é punição, e acontecendo isso, os baderneiros irão recuar e não pensarão duas vezes antes de se deslocarem de suas residências e pensarem em brigar em vez de apreciar um bom espetáculo que é uma partida de futebol. A impunidade faz com que a violência nos estádios cresça e afaste torcedores dos jogos. O problema está em não punir os responsáveis.

Assim como fez na partida diante do Corinthians no Brasileiro, Marlone se destacou também na Copa do Brasil, com participação intensa contra o Nacional, gol no jogo, dribles e finalizações. A saída de Eder Luis para o mundo árabe abriu espaço para que Marlone pudesse mostrar seu futebol e que é uma boa opção para Dorival Júnior. Lógico que devemos ter paciência com ele e ficarmos atentos, ele precisa continuar a ser bem trabalhado pela comissão técnica e ter sempre o apoio da torcida, será assim que ele vai crescer e tem tudo para seguir nessa crescente, Marlone foi uma grata surpresa. De quase emprestado para outros clubes a titular, Marlone está trabalhando intensamente e mostrando que tem qualidade, que continue assim.

O mesmo erro de domingo aconteceu ontem, do Vasco ter um início apagado no jogo e demorar a se enquadrar. Sem Juninho, não temos tantas jogadas pelo meio, e ainda sem Rafael Vaz na zaga por não poder atuar pelo Vasco na Copa do Brasil ficamos com a defesa exposta, já que o experiente Cris ainda está sem ritmo de jogo e vem cometendo seguidas falhas. O grupo para a Copa do Brasil é reduzido, perdemos Eder Luis e há atletas impedidos de entrarem em campo, para se poder ir longe será necessário muito trabalho e um pouco de sorte. Acredito no Vasco, mas o time ainda não está pronto e necessita ainda de muita coisa, tanto para o Campeonato Brasileiro, como para a Copa do Brasil.

 

Certidões Negativas

 

Já se passaram mais alguns dias e ainda não tivemos o prazer de ver as Certidões Negativas de Débito nas mãos do Vasco, um processo demorado e também chato, isso atrapalha no andamento do clube no que tange ao pagamento de salários e de dívidas, toda burocracia é demorada e que essa novela acabe de vez, meio caminho já foi andado, como a publicação no Diário Oficial quanto ao acordo entre Vasco e Fazenda, e a imprensa foi desmentida mais uma vez. Dias antes, foi dito que a proposta de acordo  havia sido recusada e que a Fazenda dissera que a dívida que o Vasco alegava era inferior a realidade, mas o presidente Roberto Dinamite veio a público e já tratou de desmentir isso, e a publicação no Diário Oficial mostrando como o Vasco irá quitar todos os débitos fiscais.

Não deveria o Vasco estar numa situação como essa e passar pelo embaraço de ter 100% de duas receitas bloqueadas desde outubro, mas as dívidas esperamos que sejam pagas e o clube consiga se tornar viável de novo, com saúde financeira e, consequentemente, com time forte em campo. O torcedor quer isso, e precisa disso.

Encerramento

A caminhada é árdua, mas que Dorival continue a cada dia motivando esse grupo, molecada e experientes e que nosso comandante consiga extrair o melhor de cada um e que mais pontos sejam conquistados, vimos alguns bons jogos, mas o resultado não traduzir o que foi feito, força Vasco!

E fiquemos também de olho do julgamento do STJD na semana que vem, que haja bom senso e que a devida punição seja aplicada e os culpados sejam responsabilizados.
Obrigado a todos, até semana que vem.

Cesar Augusto Mota
Facebook: https://www.facebook.com/cesaraugusto.mota
Twitter: @rasecmotta11
E-mail: [email protected]
 

*Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do SuperVasco.

colunas anteriores

todos os colunistas