Carol Canoa

Carol Canoa

Compartihe esta Coluna

Vasco contra TUDO e contra TODOS

Em 16/04/2012 22:45
 

Saudações vascaínas,

Injustiça:

Primeiramente começo falando de um assunto ainda não esquecido por mais que muitos queiram esquecer, o Clássico contra o Flamengo.

Perdemos o jogo por falhas do nosso próprio time, treinador e também da arbitragem, isso tudo comentei na minha coluna passada, mas uma coisa que eu não poderia deixar de falar é da injustiça que muitos torcedores fizeram com o goleiro Fernando Prass.

Prefiro começar falando dos seus pontos negativos para depois encobri-los com o tanto de pontos positivos que nosso grande goleiro possui.

1-      Prass sai mal do gol: Isso é verdade, realmente Prass aparenta insegurança em alguns momentos da partida e sai muito mal do gol correndo o risco de levar gols por cobertura, ou até de chutes fracos em direção a rede por estar tão próximo ao atacante e não conseguir fechar o angulo.

2-     Penalti: Falar de pênalti, é não falar em Prass. Ele, que está no Vasco desde 2009, encarou 30 cobranças: 25 terminaram em gol, três foram defendidas, uma bateu no travessão e uma foi para fora. Do mesmo jeito que ele não agarra, o pênalti que ele fez contra o Flamengo foi ridículo, mas apenas me recordo de um ou outro pênalti que ele cometeu, ao contrário de nossos goleiros anteriores, a média de pênaltis era indiscutível .

Mas falando dos pontos positivos...

1-    Primeiro que Prass disputou a serie B pelo Vasco e foi um goleiro excepcional, muito superior aos outros que disputaram a serie A.

2-   Prass é o único jogador do elenco a ter disputado todas as partidas da equipe em 2011. Disputando a sua quarta temporada no clube, o número 1 vascaíno já é o goleiro que mais vezes atuou pelo Gigante neste século, superando outros grandes goleiros como Hélton e Fábio. E por esse feito, disputando todas as partidas, ainda assim, foi um dos melhores do Brasil com as melhores defesas, e claramente deu para notar todo o desgaste físico sofrido por ele.

3-    Prass foi eleito o melhor goleiro pela Bola de Prata do ano. Falando agora da sua atuação nos jogos, Prass é um goleiro que faz as defesas mais difíceis, principalmente a “queima roupa”. Não dá para esquecer as três defesas seguidas contra o Flamengo no Clássico de 2010 pelo Campeonato Brasileiro. Mas para quem não se recorda, basta ter visto o jogo de domingo passado contra o Nova Iguaçu para poder lembrar. Prass fez duas defesas incríveis, praticamente tirando a bola de dentro das redes, que se estes feitos, poderíamos nem termos sido classificados.

4-     Além disso, Prass mesmo tendo momentos que sai mal, é um dos goleiros mais bem posicionados dentro do gol, por isso nossa defesa é uma das melhores, sem tirar os méritos da zaga é claro.

Fiz essas comparações porque para mim Prass só falha em cobranças de penais, mas na partida mesmo, é um dos melhores do Brasil, e foi o melhor no Brasileiro do ano passado. Acredito que ele é um goleiro em evolução e que em breve atingirá seu ápice.

Suspensos?

Diego Souza e Fagner não jogaram contra o Nova Iguaçu pois tinha levado o 3° cartão amarelo na partida contra o Flamengo. Mas também estão envolvidos na confusão do clássico.

Já Eduardo Costa, Fellipe Bastos e Rodolfo foram os jogadores suspensos de acordo com a súmula feita pelo árbitro, também no jogo contra o Flamengo por terem partido para cima do árbitro e quase terem agredido ele.

De acordo com o FERJ, os jogadores não seriam expulsos automaticamente, e por isso ouve a dúvida de escala-los ou não na partida passada contra o Nova Iguaçu.

Para se prevenir de uma suposta casca de banana, o Vasco preferiu não jogar com nenhum desses jogadores até mesmo para que caso sejam julgados suspensos não tenham que cumprir no jogo da semifinal contra o mesmo Flamengo no próximo domingo.

Isso é realmente lamentável,pois os cinco jogadores envolvidos na confusão com o árbitro Wagner do Santos Rosa foram denunciados pelo TJD e serão julgados na próxima sexta-feira (13/04). Se forem condenados, eles terão que cumprir pena já no fim de semana. Sem saber a decisão, as dúvidas aumentam para uma provável escalação do técnico vascaíno.

Se esses jogadores tivessem jogado contra o Nova Iguaçu e depois fossem julgados suspensos, o Vasco perderia esses jogadores até mesmo se passasse para final, ou teria perdido pontos e nem se classificaria. Realmente uma casca de banana, ou melhor dizendo, uma pegadinha, piada com o Vasco e com a nossa cara.

O zagueiro Rodolfo e o volante Eduardo Costa estão em situação mais complicada. Eles serão julgados pelos artigos 254 (praticar agressão física), que pode render suspensão de no mínimo 180 dias, e 243 (ofender alguém em sua honra), com pena de quatro a seis jogos de suspensão, além de multa de até R$ 100 mil.

Diego Souza também foi enquadrado no artigo 254, combinado com o artigo 157 (tentativa de agressão), o que derruba pela metade a pena aplicada no julgamento. Fágner e Fellipe Bastos estão na mesma situação de Diego Souza (artigo 254 a 157), mas também foram inclusos nos artigos 258 (invasão de campo, pena de um a três jogos) e 243 (ofensa da honra, quatro a seis jogos de suspensão e multa de até R$ 100 mil).

Além dos jogadores, Roberto Dinamite e o diretor Daniel Freitas serão julgados e podem ser suspensos por até 90 dias. O Vasco pode perder o mando de campo por até dez jogos.

Esse campeonato, se é que posso chama-lo assim, precisa melhorar e muito, pois os erros constantes já estão dando cada vez mais nada cara. Eles cometem os erros, e o Vasco é quem paga. Não duvido nada que os 5 jogadores sejam expulsos por 3 jogos e o Vasco acabe jogando totalmente desfalcado contra o Flamengo para que eles dessa vez não sejam eliminados pelo Vasco de novo.

A diretoria deveria entrar com um pedido para que os tipos de árbitros do Rio não apitassem os jogos do Vasco. O pedido deveria conter a solicitação de alguém de fora e que tenha o mínimo de experiência e imparcialidade, pois é isso que falta a maioria dos árbitros do Rio de Janeiro.

Classificação para a semifinal:

A classificação para a semifinal da Taça Rio veio em cima do Nova Iguaçu na última rodada da fase de pontos corridos. Fluminense ficou de fora, e o outro classificado do Grupo B foi o Bangu, o líder.

Cristóvão teve problemas para escalar o time num jogo “importante” como esse sem Fagner e Diego Souza.

Obs: Usei as aspas porque esse campeonato já virou bagunça, mas como ainda estamos disputando, esse jogo teve sua importância.

Cristóvão escalou Allan na lateral direita de improviso e no meio Juninho e Felipe ficaram encarregados da armação já que não tinha Diego Souza.

O ataque foi composto por Willian Barbio e Eder Luis, e Alecsandro de centroavante.

Na verdade achei que Alecsandro participou muito mais como jogador não só de área mais como também armador de algumas jogadas que não estava dando certo com Eder Luis.

O mineirinho não teve um dia bom e acabou substituído no 2° tempo.

Juninho sentiu a coxa e também acabou saindo para entrada de Carlos Alberto, mas sobre este e sua atuação eu falo depois.

Já sobre a saída de Willian Barbio, até achei necessária porque o atacante continua falhando nas finalizações e teve inúmeras oportunidades de marcar e desperdiçou, como sempre digo, isso numa Libertadores é inadmissível, não se pode falhar, principalmente em fase de mata-mata.

Continuando, a saída dele foi sim necessária, mas a entrada de Nilton foi totalmente incompreensível. Cristóvão quis segurar o jogo?

O Vasco sempre que tenta segurar o jogo acaba levando o empate, é melhor partir para cima,fazer logo mais um gol para matar o jogo.

Do mesmo jeito que não dá para entender porque Abelairas não entra. Sinceramente estou acreditando que seja algo pessoal que Cristóvão tem contra ele, pois aposto que ele está sim indo bem nos treinos, se não, não teria entrado tão bem nos jogos que atuou.

Torço para que ele tenha uma oportunidade nesse time, e que nosso treinador pare de apostar em Nilton e Eduardo Costa, pois não é possível que com tantos erros, só Cristóvão não esteja vendo.

Sobre a zaga, não tem o que falar quando Dedé não está em campo. Não é a mesma coisa e as falhas são piores do que imaginávamos, digo isso pois foi total imprudência de Douglas fazer um pênalti infantil colocando a mão na bola. Faz um bom tempo que não via a zaga do Vasco fazer isso.

Já em relação a Alecsandro, sorte nossa que ele voltou a encontrar o caminho dos gols, pois o Clássico vem aí e é bom que ele esteja com o pé calibrado.

O Gigante fará a final contra seu maior rival Flamengo novamente, e os nervos já estão a flor da pele.

Carlos Alberto Voltou:

E finalmente o meia Carlos Alberto fez sua reestreia, e para surpreender as expectativas negativas de alguns, ele fez uma boa partida para quem estava parado e treinando faz um bom tempo em separado.

Ele começou a partida bem tímido e sofrendo uma grande desconfiança por parte da torcida.

Logo acabou se encontrando e buscando entrosamento com o grupo. O meia bateu uns escanteios e deu alguns passes.

Ainda deu para notar que o jogador não está no seu peso ideal, e por isso a pouca movimentação, mas mesmo assim ainda conseguiu fazer uma ótima tabelinha com Felipe que quase resultou num gol.

Agora só resta esperar se ele será relacionado para a partida contra o Flamengo pelo menos no banco de reservas, acredito que será muito útil.

Esse será mais um jogo difícil. Será assim por não sabermos qual será a postura da arbitragem em campo, nem como o Cristóvão irá escalar o time, ou se a pressão do jogo vai nos prejudicar, mas que o Vasco tem um time superior,todos nós sabemos.

Independente de quem esteja em campo, essa será mais uma festa e nossa torcida deve comparecer ao estádio em peso para desbancar a torcida do urubu e principalmente para mostrar apoio a esse time que mesmo com as ultimas atuações não tão boas, tem mostrado bons resultados finais e principalmente na Libertadores, que é tão importante e que nosso fraco adversário não está mais participando, por isso é questão de honra ganhar esse jogo!

Perder para um time eliminado na primeira fase da Libertadores e que só ganha com uma ajudinha extra não vai ser fácil de engolir.

Domingo será mais uma batalha contra o maior rival, e temos que elimina-lo para continuarmos nessa guerra de trapaças e bagunça onde o Vasco infelizmente está metido. Apenas digo uma coisa:

Continue Apoiando, Vasco contra TUDO e contra TODOS!

Saudações Vascaínas!

Carol Canoa
Twitter: @CarolCanoaCRVG
Facebook: Carol Canoa

*Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do SuperVasco.

fale com o colunista

colunas anteriores

todos os colunistas