Ainda com dores, Thiago Galhardo não foi treinar em campo nesta quinta

08/02/2018 às 19h32 - FUTEBOL

Vida de pai não é fácil. Yago Pikachu cansou de homenagear a filha mais velha, Giovanna, com gols. Mas, à espera de Luiza, que nasce em maio, esqueceu de dedicar à caçula o gol que marcou no Chile sobre a Universidad de Concepción. Na quarta, em São Januário, na vitória por 2 a 0, ele marcou novamente e não deixou passar a promessa.

- Minha filha de três anos já entende um pouco e viu uma foto de quando eu a homenageei, e ficou cobrando por que eu não tinha homenageado a irmã. No primeiro jogo acabei esquecendo. Nesse jogo, eu lembrei, e todo mundo ficou feliz em casa. Ciúme não vai ter (risos) – contou Pikachu.

O gol marcado sobre a Universidad de Concepción na volta, além do caráter de homenagem a Luiza, mostrou também outro lado de Pikachu. O lateral sempre quis atuar em sua posição de origem, mas passou os dois primeiros anos no Vasco atuando mais avançado, como ponta.

Neste início de ano, recebeu chance na função que gosta e já marcou dois gols.

- Essa é minha característica, chegar de surpresa no ataque. Esse gol do último jogo mostrou exatamente essa característica. Soube aproveitar a bola chegando e consegui fazer o gol. Esse ano está sendo positivo, com cinco jogos e três gols.

Nesta quinta-feira, Pikachu e os outros tiulares contra a UdeC fizeram trabalho regenerativo. No CT em Vargem Grande, o técnico Zé Ricardo comandou trabalho com o restante do elenco, num coletivo em campo reduzido. Thiago Galhardo, com dores na coxa, não foi ao gramado e ficou sob os cuidados do Caprres.

Zé montou o time com Gabriel, Rafael Galhardo, Paulão, Werley e Alan; Bruno Paulista, Andrey e Bruno Cosendey; Rildo, Paulo Vitor e Fabricio.

O Vasco, agora, aguarda o adversário na terceira fase da Libertadores. Oriente Petrolero e Jorge Wilstermann jogam nesta quinta-feira para decidir. No jogo de ida, o Wilstermann venceu fora de casa por 2 a 1.

Fonte: GloboEsporte.com