Apesar da derrota, jornalista vê o Vasco vivo dentro da Libertadores

14/03/2018 às 11h17 - FUTEBOL

Comentaristas analisam derrota do Vasco na estreia da fase de grupos da Libertadores

A derrota do Vasco para a Universidad de Chile, por 1 a 0, na estreia na fase de grupos, rendeu vaias e deixou um ar de apreensão. Afinal, em um grupo complicado como o 5, que ainda conta com Cruzeiro e Racing, largar com um resultado negativo em casa é de fato preocupante.

- Vem um pacotão pelo fato de ser estreia, perdeu em casa e contra o time teoricamente mais fraco da chave. Se dentro de conjunto você começa perdendo, é preocupante – analisou o apresentador Marcelo Barreto.

O jornalista Marcos Uchôa concorda que o início da trajetória do Vasco na fase de grupos da Libertadores não foi a ideal, mas vê o Vasco vivo dentro da Libertadores.

- É a primeira rodada, gente. Calma. É chato perder em casa. Mas não está eliminado. Mas não tenha dúvida que é muito chato começar perdendo em casa – disse Uchôa.

Para a jornalista Camila Carelli, a torcida do Vasco ficou dividida por conta da apática atuação do time carioca após o gol da La U.

- O Vasco não conseguia criar após o gol da La U. O Vasco teve duas viradas recentes. Isso deixou o torcedor impressionado. Ontem a torcida não viu isso. Parte da torcida vaiou o Evander e outro tentou apoiar - disse a repórter.

Fonte: SPORTV