Após críticas, Paulão se redime com a torcida e retoma confiança no Vasco

05/04/2018 às 16h29 - FUTEBOL

Nada como um dia após o outro. A frase é um dos clichês clássicos do futebol, mas cabe bem ao zagueiro Paulão. Criticado por ter falhado na primeira partida da final do Campeonato Carioca contra o Botafogo no último domingo (1)- o que gerou até mesmo ofensas racistas nas redes sociais - ele se redimiu na noite desta quarta-feira (4) no Mineirão (BH) ao fazer uma partida segura, liderar os desarmes entre todos os jogadores em campo (11 ao todo) e ajudar o Vasco a sair de campo sem sofrer gols no empate por 0 a 0 diante do Cruzeiro pela Libertadores.

Os cerca de 2 mil vascaínos que compareceram ao estádio gritaram seu nome em alto e bom em prova de reconhecimento pela partida do defensor, que admite ter se emocionado com o gesto.

"Dentro de tudo que aconteceu, para mim foi muito bom ter o reconhecimento do trabalho. Para mim, em especial, foi muito legal. Isso acaba emocionando dentro de campo, mas temos que ser bem profissionais. Isso só me leva a tentar repetir partidas como essa", declarou.

Mais tranquilo, Paulão garantiu entender até mesmo os torcedores que o vaiaram após a falha no primeiro gol do Alvinegro.

"Sobre o último jogo, acaba sendo complicado errar com poucos minutos de jogo. Vendo pelo lado positivo, ainda bem que foi no início do jogo e pudemos virar. Agradeço a torcida até mesmo pela paciência. A gente sabe que torcedor trabalha com emoção".

Companheiro de equipe, o volante Wellington vibrou com a atuação do zagueiro no Mineirão.

"Estamos felizes pelo Paulão e o Erazo, que vinham sendo criticados, mas tiveram uma atuação de grande nível", disse. Na internet, torcedores utilizaram o bom humor e também elogiaram bastante Paulão

Fonte: UOL