Ataque do Vasco ainda não tem 'dono' definido

Em 15/09/2016 08:04
 
EdersonEderson
Foto: Fred Gomes - GE

O velho problema do Vasco no ano ganhou novos personagens, mas segue sem solução. Nem mesmo os reforços Júnior Dutra e Éderson conseguiram fazer com que Jorginho encontrasse a formatação ideal para o seu ataque, e as últimas partidas do Cruz-Maltino mostraram isso. A questão está, principalmente, no comando do setor, na referência: quatro atletas já foram testados na função ao longo da temporada – além de Dutra e Éderson, Thalles e Leandrão tiveram chances.

De todos, Éderson é quem teve mais chances - foi o titular desde que estreou, há nove partidas - e ostenta currículo mais polpudo. Artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2013, chegou em julho como resposta definitiva a uma carência detectada por Jorginho desde janeiro. Entretanto, ainda não se adaptou totalmente à função: sem tanta força física, sofre em alguns jogos para fazer o papel de pivô pedido pelo treinador. Ainda assim, foi o responsável pelo último gol de um atacante com a camisa cruz-maltina, contra o Oeste – antes, Eder Luis havia marcado diante do Santos, pela Copa do Brasil. 

O desempenho de Éderson não convenceu contra o Goiás, tanto que Júnior Dutra foi deslocado para a função no segundo tempo. Thalles e Leandrão permaneceram no banco e veem suas chances minguarem. De todos, o atacante revelado na base cruz-maltina é quem tem mais gols na temporada: oito. 

- No primeiro tempo (contra o Goiás), a coisa não estava acontecendo. Éderson não estava conseguindo fazer o papel de pivô. Por pouco eu não entrei com o Thalles. Ia trazer o Dutra para jogar como meia-atacante, e o Thalles faz muito bem o papel de pivô. A gente conta com esses jogadores para fazer uma grande segunda divisão e voltar para a elite – disse Jorginho. 

O treinador ainda busca o melhor esquema tático. Nas duas últimas partidas, escalou o time num 4-3-3. No segundo tempo contra o Goiás, voltou para o 4-4-2, com o meio-campo em losango, e elogiou o crescimento de produção da equipe. Caso retome a antiga formação, terá de mexer no ataque: Jorge Henrique ainda se recupera de lesão na panturrilha direita e, caso esteja disponível, deve recuperar a posição de titular, deixando uma vaga a ser disputada por Éderson e Júnior Dutra. 

O Vasco volta a campo nesta sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), contra o Joinville, em São Januário. O Cruz-Maltino lidera a Série B, com 45 pontos, mesmo número do Atlético-GO, mas leva vantagem nos critérios de desempate. 

Gols dos centroavantes do
Vasco na temporada de 2016:

Thalles: 8 (33 jogos)
Éderson: 3 (10 jogos)
Leandrão:  3 (11 jogos)
Júnior Dutra: 0 (3 jogos)