Badalada geração de 98 pode recolocar o Vasco na disputa da Libertadores

02/12/2017 às 16h44 - FUTEBOL

Nascer num dos anos mais marcantes da história do clube do coração não foi suficiente para quatro jovens cariocas. Eles queriam mais. E conseguiram. Não foi fácil, algumas barreiras precisaram ser vencidas, porém com muita dedicação, suor, talento e amor à camisa, Alan Cardoso, Andrey, Evander e Mateus Vital se tornaram parte integrante do elenco profissional do Vasco da Gama, que luta por uma vaga na Taça Libertadores, competição que conquistou pela última vez justamente em 1998, quando o quarteto veio ao mundo.

A mística envolvendo o ano do centenário cruzmaltino sempre foi marcante na trajetória dos quatro jogadores em São Januário. Não se sabe se por coincidência ou destino, mas a "Geração 98" assumiu o papel de protagonismo, acumulando títulos e se transformando numa das mais vitoriosas na história do clube nas categorias de base. A performance nas divisões inferiores gerou uma enorme expectativa na Colina, principalmente na torcida, que sonha em ver a talentosa safra repetir o feito da que levou o Almirante ao Bi da América.

O desejo da torcida é compartilhado pelo quarteto, que pode ter na próxima temporada a primeira oportunidade de recolocar o Gigante da Colina no topo do continente. No próximo domingo (03/12), às 17 horas, em São Januário, o Vasco da Gama mede forças com a Ponte Preta pela última rodada do Brasileirão. Se vencer a Macaca, o Cruzmaltino irá carimbar o passaporte para a Taça Libertadores de 2018 e Alan, Andrey, Evander e Mateus Vital, que foram relacionados pelo técnico Zé Ricardo, realizarão um sonho. 

- Estamos ansiosos demais para esse jogo. É uma partida em casa, onde contaremos com o apoio da nossa torcida para fechar o ano com uma vitória e a classificação para a Taça Libertadores. O grupo trabalhou muito nesse ano para conquistar essa vaga. Mesmo todo mundo dizendo que brigaríamos contra o rebaixamento, sempre mantivemos o foco na Libertadores., nunca desistimos. Eu nasci em 98, sei como foi importante esse ano para o clube, sempre falaram para nós sobre ele. Então, poder participar de uma Libertadores, torneio que já fomos campeões, vai ser a realização de um sonho para nós - afirmou Evander, meio-campo que está cotado para iniciar o confronto.

Representada também pelo goleiro João Pedro, a Geração 98 é maioria no elenco profissional, porém não é a única que carrega consigo um ano que remete a um período vitorioso do Vasco da Gama. Bruno Cosendey, Caio Monteiro e Ricardo nasceram em 1997, quando o Cruzmaltino se sagrou Tricampeão Brasileiro. O atacante Paulinho, por sua vez, é de 2000 e veio ao mundo na temporada do Tetra Brasileiro e do título da Copa Mercosul. 

Foto: Site Oficial do VascoMateus Vital e Evander na base do Vasco
Mateus Vital e Evander na base do Vasco

Fonte: Site oficial do Vasco