Basquete: Briga de torcidas do Flamengo interrompe clássico com o Vasco

Em 03/10/2016 21:02
 

A arquibancada de torcida única não foi suficiente para evitar a confusão na volta do Flamengo e Vasco ao basquete carioca. Na noite desta segunda-feira, as duas principais facções da torcida rubro-negra iniciaram uma briga perto do fim do primeiro tempo do clássico. A 28s do fim do segundo quarto, o jogo precisou ser interrompido.

Vice-presidente de esportes olímpicos do Flamengo, Alexandre Póvoa tentou apartar a briga. Para conter a confusão, policiais também usaram gás de pimenta. Em quadra, jogadores como Marquinhos sentiram os efeitos e usaram toalhas como defesa.

- Lamentável. O jogo estava tranquilo. Tudo bonito. Quando as torcidas brigam entre elas é lamentável. Vamos tentar acalmar para recomeçar o jogo. Estão prejudicando o Flamengo fazendo isso. Briga de torcida numa festa tão bonita. Estão prejudicando o basquete e o Flamengo. Infelizmente, isso é um mal de torcida organizada. A gente tenta evitar, mas fica difícil. Não estava tendo nenhuma hostilidade com a torcida do Vasco. É coisa antiga, briga de gente que não vem para torcer, mas com outro objetivo - disse Póvoa.