Basquete: Coordenador de Estatística da LNB divulga estudo sobre o NBB

15/11/2017 às 09h03 - OUTROS ESPORTES

Se tem um setor da Liga Nacional de Basquete que dá show, embora nem sempre apareça, é o de estatísticas. Quem está acostumado a entrar no site vira e mexe encontra uma informação bacana, um dado surpreendente, uma linha de raciocínio que pode guiar as análises.

E foi através de mais uma estatística bem incrível do Coordenador de Estatística da LNB, Constantin Coucolis, que dá pra saber, usando o histórico da competição, quantas vitórias cada time precisará para “chegar” a cada uma das etapas do NBB na temporada 2017/2018 – primeira posição, G4 que avança direto às quartas-de-final, ida aos playoffs e fuga do rebaixamento.

Antes de seguirmos, dá só uma olhadinha neste gráfico de aproveitamento de vitórias por posição (líder na linha azul, G4 na laranja, playoff na cinza e rebaixado na amarela):

Foto: Bala na CestaNBB
NBB

Alguns pontos interessantes:

1) Analisando o aproveitamento das equipes na fase de classificação das nove edições do NBB, o 1º colocado obteve em média 83% de vitórias, o 4º média de 69,9% de vitórias, o 12º média de 32,8% de vitórias, e o último colocado média de 16,6% de vitórias.

2) Projetando para esta temporada, com cada equipe fazendo 28 jogos na fase de classificação, dá pra esperar que as equipes que o líder, que terá mando de quadra até uma eventual final da temporada, precisaria de no mínimo 23 vitórias usando o padrão histórico.

Melhor equipe da fase regular do campeonato nos dois últimos anos, o Flamengo teve 21 (2016/2017) e 23 (2015/2016). Está cedo, claro, mas Mogi, Liga Sorocabana, Bauru e Minas já têm 2 triunfos em 2017/2018, liderando o certame. O Vasco, que já tem 2 derrotas até agora (perdeu ontem do Pinheiros em casa), precisaria de 23 vitórias nos 26 jogos restantes para ficar com a primeira colocação.

3) Equipes que conseguirem pelo menos 19/20 vitórias estarão no G4 e passarão direto para as quartas-de-final. Em 2016/2017, 19 foi exatamente o número de triunfos que Brasília teve para ficar na quarta colocação. Bauru, que acabou se tornando o campeão, obteve 18 e jogou as oitavas-de-final. Ou seja: toda partida vale muito para a “contabilidade” final.

4) Por sua vez, os times que conseguirem entre 9/10 e 18 vitórias estarão do G5 ao G12 e disputarão as oitavas de final. Aqui, porém, há um dado interessante. Na temporada passada Macaé entrou no mata-mata com 8 triunfos, mesmo índice do Vitória-BA em 2015/2016. O equilíbrio da competição e a heterogeneidade de vitórias acabam dando o tom.

5) Por fim, pra fugir da lanterna e do consequente rebaixamento para a Liga Ouro é esperado um mínimo de 6/7 vitórias. Na temporada passada Caxias do Sul obteve 5 triunfos. A Liga Sorocabana, que escapou, 6. O Minas, que já tem duas vitórias na fase regular de 2017/2018, já cumpriu 1/3 do caminho quando se pensa em fugir da degola, portanto.

Ficou mais fácil acompanhar e projetar o que seu time precisa fazer neste NBB, não?

Fonte: Bala na Cesta - UOL