Basquete: David Jackson foi o destaque vascaíno contra o Pinheiros

15/11/2017 às 08h31 - OUTROS ESPORTES

Positivo é pouco para o começo de trajetória do EC Pinheiros no NBB CAIXA 17/18. Nesta terça-feira (14/11), em sua estreia nesta edição, o time da capital paulista foi até o Rio de Janeiro (RJ), e com uma atuação gigante no segundo tempo, superou o Vasco da Gama, por 82 a 71, que amargou sua segunda derrota na temporada.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e o apoio do Ministério do Esporte.

Momento chave: O Pinheiros só conseguiu definir sua vitória nos minutos finais da partida. Ao longo do quarto final, as duas equipes faziam duelo equilibrado até os três minutos decisivos. A partir daí, com uma defesa muito intensa, o time da capital paulista reduziu muito a produção vascaína no ataque e teve capacidade para ampliar o marcador do outro lado da quadra. Resultado, vitória por 13 a 5 nos 180 segundos finais, que deram aos pinheirenses uma vantagem de até dois dígitos ao fim do confronto.

Põe na conta: Com a vitória na estreia, o Pinheiros se juntou a Mogi das Cruzes/Helbor, LSB/Uniso, Minas Tênis Clube e Sendi/Bauru Basket como únicos invictos deste NBB CAIXA, sendo que o time da capital paulista é o único com apenas uma partida realizada. Já o Vasco se vê em uma situação inversa, sem nenhum resultado positivo e com dois negativos, assim como Solar Cearense e Universo/Vitória, dividindo a lanterna da competição.

Trio de peso: Atuando com três atletas grandes em seu quinteto titular, César Guidetti conseguiu estabelecer o Pinheiros dentro do garrafão. Com isso, Arthur Bernardi foi o cestinha do time paulista, com 21 pontos, além de seis rebotes, Marcus Toledo também foi muito bem, com 19 tentos e nove sobras registradas, enquanto o pivô Ansaloni contribuiu com 15 pontos e seis rebotes.

Chamou a responsabilidade: Apesar da enorme contribuição de Arthur, Toledo e Ansaloni, no último quarto o grande destaque pinheirense foi o MVP do último NBB CAIXA, Desmond Holloway. Com apenas quatro pontos até o período final, o ala/armador norte-americano precisou de pouco mais de quatro minutos de atuação para anotar dez dos 11 pontos que tentou e ser fundamental no triunfo de sua equipe, fechando a partida ainda com cinco rebotes e seis assistências.

Tentou de tudo: Atleta com mais tempo de quadra pelo lado vascaíno, David Jackson foi o principal destaque da equipe carioca nesta noite. Em pouco mais de 31 minutos de atuação, o ala norte-americano foi o cestinha cruzmaltino, com 21 pontos, além de pegar três rebotes e distribuir quatro assistências.

Fez história: Apesar da derrota, Guilherme Giovannoni fez história na noite desta terça-feira. Dono de 11 pontos e sete rebotes no duelo contra o Pinheiros, o ala/pivô do Vasco, que faz sua nona temporada no NBB CAIXA, se tornou o primeiro atleta da história da competição a acumular pelo menos 5 mil pontos e 2 mil rebotes, agora com 5095 tentos e exatos 2000 rebotes.

Também tentaram: Além de DJ e Giovannoni, houve boas atuações individuais no cruzmaltino, apesar da derrota. Cestinha do time na estreia contra o Minas, Lucas Mariano deixou a quadra desta vez com 12 pontos, enquanto Gustavo Basílio, atuando contra seu ex-time, também foi responsável por 12 tentos, além de seis rebotes.

Rival indigesto: Carrasco cruzmaltino na temporada passada, o Pinheiros foi pedra no sapato vascaíno logo no início do NBB CAIXA 17/18. Na edição 16/17, o time da capital paulista eliminou o Vasco nas oitavas de final dos playoffs, com vitória por 3 a 2 na série. No Jogo 5, assim como na noite desta terça, Desmond Holloway foi um dos carrascos da equipe carioca. Se hoje o norte-americano deixou dez pontos no último quarto, naquela ocasião foram 36 tentos para o camisa 22 pinheirense.

E agora? Na sequência deste NBB CAIXA, as duas equipes irão à quadra nesta quinta-feira (16), às 20 horas (de Brasília). Enquanto o Vasco recebe a Liga Sorocabana, novamente em São Januário, o Pinheiros continua na capital carioca, para enfrentar o Botafogo, que fará sua estreia na competição.

Foto: Thiago Moreira/Vasco.com.brDavid Jackson
David Jackson

Fonte: GloboEsporte.com