Basquete: Ex-Macaé, Márcio Dornelles prega respeito ao Vasco na semifinal

Em 15/10/2016 12:08
 

O Vasco mal terá tempo para lamentar a derrota para o Flamengo no fechamento da primeira fase do Estadual. Vice-líder ao final de seis rodadas, o Cruz-maltino faz o primeiro jogo da melhor de três da semifinal já nesta segunda-feira, às 19h, em São Januário. O adversário é o Macaé, que perdeu os dois confrontos com o time da Colina na primeira fase, impondo muitas dificuldades à equipe comandada por Christiano Pereira. Ex-jogador do time do norte-fluminense, Márcio Dornelles prega respeito ao rival da semifinal.

- Agora é hora de dar uma descansada para fazer a semifinal contra o Macaé e enfrentar o Flamengo na final. O Macaé é um adversário duríssimo. Vencemos a equipe deles em casa, mas fizemos jogo duro lá. Joguei lá três anos e sei que jogar em Macaé não é fácil. A torcida vai vir junto, então temos que entrar concentrados, porque queremos ir para a final - destacou o jogador de 40 anos. 

O técnico Christiano Pereira tem opinião semelhante sobre o rival da semifinal. O treinador vascaíno lembrou ainda que o Macaé tem uma base de jogadores jovens, que impõem muita correria aos adversários. 

- O Macaé é uma grande equipe, com jogadores jovens que impõem uma correria muito grande. Agora começa um novo campeonato. Precisamos vencer essa decisão contra eles para buscarmos o título estadual em outra batalha - comentou.

Sobre a derrota para o Flamengo nesta sexta, Christiano ressaltou que o rival esteve numa noite inspirada e que o Vasco "perdeu quando podia perder", uma vez que não se tratava de um jogo em mata-mata.

- Acho que hoje a nossa defesa muito ruim, bem aquém do que a gente espera, mas muito por mérito do Flamengo, que foi muito bem no ataque. Mas, dos males o menor. Agora é levantar a cabeça, porque nós perdemos quando podíamos perder - destacou.

Para Márcio, o Vasco tem se complicado em alguns momentos neste início da temporada devido à falta de entrosamento da equipe, uma vez que boa parte dos jogadores chegou após a Liga Ouro, torneio que dá acesso ao NBB, e conquistado pelo Cruz-maltino em junho.

- Acho que a equipe está se encontrando ainda. Como o grupo foi formado há pouco tempo, é normal termos altos e baixos, para a nossa sorte mais altos do que baixos. A verdade é que a nossa equipe e a deles foram montadas para brigar por títulos. Acho que perdemos na hora certa, se é que tem hora para perder - finalizou.