Basquete: Fúlvio é escolhido o 6º homem da semana no NBB

06/02/2018 às 08h28 - OUTROS ESPORTES

O NBB CAIXA 2017/2018 segue a todo vapor. Na última semana, entre os dias 29/01 e 03/02, a competição teve 14 partidas realizadas e muita coisa aconteceu. Mas quais foram os destaques individuais desses jogos? A Seleção da Semana responde para você.

Vale lembrar que esta é uma escolha dos editores do site da LNB com o intuito de promover o NBB CAIXA e não necessariamente reflete a opinião oficial da entidade.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.

1 – Jamaal (Botafogo)

Médias na semana: 19,0 pontos, 5,0 rebotes e 5,5 assistências

Depois de um longo tempo afastado, Jamaal voltou com tudo. Recuperado de uma lesão no ombro, o armador retornou na Semana #13, mas teve atuação discreta. Só que na última semana, o norte-americano teve duas grandes atuações e garantiu um posto entre os melhores.

Primeiro, diante do Pinheiros, Jamaal deixou a quadra 14 pontos, seis assistências e cinco rebotes e quase levou o Botafogo à vitória. Depois, na importantíssimo triunfo sobre a Liga Sorocaba, o camisa 5 “explodiu” e marcou 24 pontos, com direito a 5/7 nas bolas de 3, além de somar quatro rebotes e cinco

2 – Leandrinho (Sesi Franca Basquete)

Médias na semana: 18,5 pontos, 3,5 rebotes e 60,0% de aproveitamento nos arremessos de quadra

Cestinha das duas vitórias do Franca na semana, Leandrinho está de volta à Seleção da Semana. Depois de entrar no quinteto ideal logo em sua primeira partida no NBB CAIXA 2017/2018, o ala/armador teve sua melhor semana na competição.

Diante do Caxias, o camisa 19 marcou 16 pontos (7/9 nos arremessos de quadra) e dividiu o posto de cestinha da equipe, com Cipolini. No duelo seguinte, contra Joinville, Leandrinho foi ainda mais brilhante e totalizou 21 pontos (8/16 nos arremessos de quadra), com direito a lindos lances individuais.

3 – Jimmy (Mogi das Cruzes/Helbor)

Marcou 22 pontos (9/10 nos arremessos de quadra) e cinco rebotes na vitória sobre o Vasco

Um jogo. Foi isso que Jimmy precisou para entrar na Seleção da Semana #14. Mas foi uma atuação de gala e o jogador igualou seu recorde pessoal de pontos no NBB CAIXA. Para isso, o camisa 18 esteve “on fire”, errou apenas um arremesso e marcou 22 pontos contra o Vasco.

Depois de errar seu primeiro arremesso na partida, Jimmy não errou mais nenhuma finalização. Entre o segundo e terceiro períodos, o ala marcou 17 pontois e foi fundamental para Mogi se firmar na liderança. No último quarto ainda anotou mais cinco pontos e fechou sua noite quase perfeita em grande estilo.

4 – Marquinhos (Flamengo) – Dono da Bola

Médias na semana: 26,0 pontos, 3,0 rebotes e 3,5 assistências

O Flamengo teve uma vitória e uma derrota na semana. Mas o Dono da Bola não poderia ser outro a não ser Marquinhos. No elástico triunfo sobre Campo Mourão, o ala foi um dos destaques da ótima atuação coletiva do clube da Gávea e registrou 15 pontos. No duelo seguinte, o camisa 11 teve uma atuação histórica.

Em uma das melhores performances individuais de sua carreia no NBB CAIXA, Marquinhos marcou incríveis 37 pontos diante do Paulistano, novo recorde da temporada, com direito a 10/14 nos arremessos de quadra (5/9 nas bolas de 3). Só no último quarto, o jogador marcou 15 pontos e quase levou o Flamengo à uma épica virada no duelo realizado na Arena Carioca 1.

5 – Marcão (Banrisul/Caxias Basquete)

Médias na semana: 14,0 pontos, 4,0 rebotes e 72,7% de aproveitamento nos arremessos de quadra

O homem de garrafão do Caxias está na Seleção da Semana. Com boa atuação na derrota contra Franca e peça fundamental na ótima vitória sobre Bauru, Marcão garantiu seu lugar pela primeira cez na eleição realizada pelo site da LNB.

Com 11 pontos, quatro rebotes e quatro assistêncuas, o jogador teve papel importante para a equipe gaúcha fazer um jogo equilibrado no Ginásio Pedrocão. No duelo seguinte, Marcão driblou o problema com as faltas e, em apenas 15 minutos em quadra, marcou 17 pontos para ser um dos principais personagens do ótimo resultado no Panela de Pressão.

6º homem – Fúlvio (Vasco da Gama)

Médias na semana: 9,0 pontos, 2,6 assistências e 52,9% nos arremessos de quadra

Foram quase dois meses afastado, por conta de uma lesão muscular. Mas Fúlvio voltou às quadras do NBB CAIXA em alto estilo. Vindo do banco de reservas em seus primeiros jogos depois da contusão na coxa, o jogador teve participação fundamental nas duas vitórias do Vasco na semana.

Logo em sua primeira partida após quase 50 dias de fora, o armador foi para lá de decisivo no triunfo carioca sobre a Liga Sorocabana. Em um duelo emocionante, o camisa 11 marcou oito dos 16 pontos da equipe na prorrogação e levou o time visitante à importante vitória.

No duelo seguinte, Fúlvio sentiu um pouco da falta de ritmo de jogo e passou em branco na derrota contra Mogi. Só que para fechar a semana vascaína, o jogador foi novamente decisivo. Desta vez contra o Pinheiros, o jogador acertou bola de três nos segundos finais para selar o triunfo cruz-maltino e fechou a partida como cestinha da equipe, com 15 pontos.

Menções honrosas:

– Cafferata (Banrisul/Caxias Basquete): média de 12,0 na semana vindo do banco de reservas
– Davi (Solar Cearense); teve um duplo-duplo de 11 pontos e 12 assistências diante do Universo/Vitória
– Gustavo Basílio (Vasco da Gama): médias de 14,6 pontos e 59,2% de aproveitamento nos arremessos de quadra
– Giovannoni (Vasco da Gama): médias de 11,0 pontos e 7,6 rebotes na semana
– Leozão (Solar Cearense): teve um duplo-duplo de dez pontos e dez rebotes diante do Universo/Vitória

Fonte: GloboEsporte.com