Basquete: Gustavo Basílio ganha menção honrosa da 15ª semana do NBB

21/02/2018 às 11h49 - OUTROS ESPORTES

Confira os principais destaques individuais do NBB CAIXA na última semana; DJ brilha em clássico carioca e é eleito Dono da Bola

Mais uma semana se passou e o NBB CAIXA 2017/2018 segue a todo vapor. Com 15 partidas realizadas entre os dias 12 e 19/02, a competição nacional teve vários confrontos diretos, clássicos e atuações individuais destacadas.

Mas quais foram os destaques individuais dos últimos jogos? A Seleção da Semana responde para você. Vale lembrar que esta é uma escolha dos editores do site da LNB com o intuito de promover o NBB CAIXA e não necessariamente reflete a opinião oficial da entidade.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike, Penalty e Wewi e os apoios do Açúcar Guarani e do Ministério do Esporte.

1 – Larry Taylor (Mogi das Cruzes/Helbor)

Médias na semana: 13,5 pontos, 7,0 rebotes, 6,0 assistências e 3,5 bolas recuperadas

Larry viveu sua melhor semana nesta temporada e, por isso, merecidamente entrou para o quinteto ideal pela PRIMEIRA vez. Para isso, o norte-americano naturalizado brasileiro fez o que sabe de melhor: contribuir de várias maneiras para a vitória de sua equipe.

Para fechar a semana com expressivas médias em quase todos os fundamentos, Larry teve duas atuações completas nas vitórias do Mogi sobre Caxias e Joinville. Diante dos gaúchos, o “Alienígena” beirou o triplo-duplo, com 15 pontos, nove rebotes e sete assistências para somar seu melhor índice de eficiência da temporada (23). Já contra os catarinenses foram 12 pontos, cinco rebotes e cinco assistências.

2 – Holloway (EC Pinheiros)

Médias na semana: 21,0 pontos, 3,5 rebotes e 3,6 assistências

O atual MVP do NBB CAIXA viveu uma semana daquelas. Cestinha do Pinheiros nos três jogos disputados, o norte-americano teve alta produção ofensiva e segue na briga pelo troféu Oscar Schmidt de cestinha desta temporada. Neste momento, Holloway é o segundo colocado, com média de 16,8 por jogo, atrás apenas de Marquinhos (18,1).

Na derrota para o Paulistano, o camisa 22 teve atuação inspirada, igualou sua maior pontuação na temporada (25) e por pouco não levou seu time à vitória. Depois, nas vitórias sobre Caxias e Joinville, Holloway marcou 21 e 17 pontos, respectivamente, e garantiu um lugar entre os melhores da semana.

3 – David Jackson (Vasco da Gama)

Foi com uma atuação para lá de expressiva que David Jackson garantiu não só um lugar na Seleção da Semana como também o posto de Dono da Bola do NBB CAIXA. No clássico diante do Botafogo, DJ comandou o Vasco à vitória com um desempenho daqueles.

Com apenas um arremesso errado, sendo 5/5 na linha dos 3 pontos, o norte-americano destoou dos demais e marcou 25 pontos para levar o time cruz-maltino ao resultado positivo. Além disso, Jackson ainda distribuiu sete assistências e registrou sua melhor eficiência nesta temporada (34).

#NBBnoTwitter#TeamWork 💪🏀💢@vascodagamapic.twitter.com/lvIXMIsawV

— NBB CAIXA (@NBB) February 16, 2018

4 – Jhonatan (Paulistano/Corpore)

Médias na semana: 13,3 pontos, 3,6 rebotes e 80% de aproveitamento nas bolas de 3

Convocado novamente para defender a Seleção Brasileira nas Eliminatórias, Jhonatan é daqueles jogadores que dificilmente vai jogar mal, mas que também raramente será o destaque. São atuações regulares que fazem do camisa 7 peça-chave para o técnico Gustavo de Conti no Paulistano e que também chamaram a atenção de Aco Petrovic, técnico da Seleção.

Só que nesta semana, Jhonatan “mitou” e teve uma atuação histórica. Diante do Cearense, o ala converteu todas as oito bolas de 3 pontos que arremessou, atingindo seu novo recorde pessoal e também o da temporada no quesito. No final das contas, o camisa 7 foi o cestinha da partida, com 25 pontos. Nos outros dois jogos da semana, o ala “fez o de sempre” e contribuiu de maneira silenciosa nos triunfos sobre Pinheiros e EC Vitória.

5 – Leozão (Solar Cearense)

Teve um duplo-duplo de 14 pontos e 24 rebotes na vitória sobre Campo Mourão

Se você quer atuações históricas, então toma! Esse é o lema do pivô do time nordestino na temporada. Eleito duas vezes o Dono da Bola anteriormente e dono das duas atuações mais eficientes da temporada, o camisa 21 escreveu seu nome na história do NBB CAIXA na ultima semana e por isso voltou ao quinteto ideal.

Desfalque na primeira partida do Basquete Cearense na semana, Leozão voltou com tudo diante do Campo Mourão e fez história. Com os 24 rebotes, o jogador bateu o recorde histórico da competição, que pertencia a Shilton e Paulão Prestes (21). Além disso, ainda anotou 14 pontos, somou seu sétimo duplo-duplo na temporada e foi fundamental na vitória nordestina.

6º homem – Marcelinho Machado (Flamengo)

Médias na semana: 14,0 pontos, 4,0 rebotes e 3,0 assistências

Como disse seu companheiro Marquinhos em entrevista recente: “o Marcelinho parece vinho, quanto mais velho melhor”. No auge de seus 42 anos e vivendo sua última temporada, o camisa 4 rubro-negro segue sendo decisivo em alguns jogos e foi exatamente o que aconteceu diante do Sesi Franca.

No primeiro encontro entre Varejão e Leandrinho, Marcelinho tratou de roubar os holofotes para si. Com 20 pontos (6/10 nas bolas de 3), o jogador foi o cestinha do jogo e emendou uma bela sequência de bolas de 3 pontos no segundo quarto e foi decisivo para o Flamengo abrir larga vantagem. No duelo seguinte, contra Bauru, o jogador foi um dos que mais ficou em quadra pela equipe e teve uma sólida contribuição para o triunfo rubro-negro.

Menções honrosas:
Tyrone (Mogi das Cruzes/Helbor): médias na semana de 14,5 pontos, 6,0 rebotes e 4,0 assistências
Giustavo Basilio (Vasco): teve 13 pontos (5/8 nos arremessos), quatro pontos e quatro rebotes contra o Botafogo
Marquinhos (Flamengo): médias na semana de 15,0 pontos e 3,5 rebotes

Fonte: Site da LNB