Basquete: Jogadores lamentam derrota do Vasco para o Pinheiros

15/11/2017 às 08h13 - OUTROS ESPORTES
Foto: Site Oficial do VascoBasquete
Basquete

Os reforços de alto nível, o título do Torneio de MG de forma invicta. O Vasco começou a temporada tido como favorito para a conquista do Novo Basquete Brasil. Ainda é. Mas o início na competição ligou o sinal de alerta em São Januário. Em dois jogos, duas derrotas, para Minas, fora de casa, e agora diante do Pinheiros, no Rio de Janeiro. Para o ala-pivô Guilherme Giovannoni, as derrotas chegaram antes do esperado e colocam o experiente elenco contra a parede logo nas primeiras rodadas do NBB.

- Infelizmente a equipe não passa por um bom momento neste começo de temporada. Mas temos potencial para sair dessa e melhorar o nosso jogo. Temos que continuar trabalhando, firme. Derrotas iriam acontecer, só não esperávamos tão cedo. Somos um equipe experiente e com qualidade. É trabalhar e colocar o pé dentro de quadra. Para os próximos jogos temos que ajustar questões táticas e conquistar as vitórias. Vencemos o Torneio em Minas e cria-se uma expectativa, o fato de começarmos com duas derrotas nos coloca contra a parede. Mas saberemos sair dessa - garantiu Giovannoni, que na derrota para o Pinheiros atingiu 2 mil rebotes na história do NBB.

Contra o Pinheiros, o clima era de playoff. Apesar de ser apenas o segundo jogo do Vasco e a estreia da equipe paulista, a partida teve discussões, muitas faltas técnicas e reclamação com a arbitragem. Para Giovannoni, essa atmosfera será comum em todos os jogos do Cruz-Maltino, já que a equipe, pelos reforços, foi colocada como favorita e assim faz com que os rivais cheguem ainda mais motivados para vencer.

- Sem dúvida alguma o pessoal vê o Vasco como uma equipe de qualidade, com jogadores com passagem pela seleção brasileira, MVP de campeonato, de final, seleção de campeonato. Currículo é o que não falta. Sem dúvida alguma todo mundo vai bem motivado para jogar contra a gente. Mas temos que usar isso a nosso favor e não o contrário - citou o jogador vascaíno.

Convocado para a seleção brasileira para os jogos contra Chile e Venezuela, o pivô Lucas Mariano não vê motivos para o Vasco se desesperar neste começo de temporada. O jogador acredita, porém, que a

- Não vejo nenhum problema. Temos que ter a noção de que não iríamos ganhar todos os jogos. Com a expectativa em cima do Vasco, não podemos só falar e sim mostrar dentro de quadra que somos favoritos. Temos duas derrotas, serve como uma grande lição. Vamos estudar, ver o que estmos errando para voltar a ganhar. A competição está longa, não perdemos nada ainda. O caminho é longo e temos muito o que trabalhar - disse Mariano.

Na quinta-feira, o Vasco terá a primeira chance para vencer a primeira. Às 20h, em São Januário, a equipe pega a Liga Sorocabana, que começou bem a temporada com duas vitórias e lidera ao lado do Mogi das Cruzes.

Fonte: GloboEsporte.com