Basquete: Nezinho mira vitória no clássico contra o Flamengo

27/12/2017 às 11h51 - OUTROS ESPORTES

Toda vez que o Vasco da Gama joga contra o Flamengo, o armador Nezinho é perseguido pela torcida rival. Talvez porque, diante do Rubro-Negro, o jogador de 36 anos fique ainda mais motivado. Além de gostar muito de jogar clássicos, o veterano sabe da importância de uma vitória do Cruz-Maltino diante de seu arquirrival, sobretudo em um momento em que a equipe de São Januário vem de derrota em casa para o Paulistano por 77 a 71 e com uma campanha irregular no Novo Basquete Brasil, com aproveitamento de 33,3% (três vitórias e seis derrotas em nove confrontos disputados). E, no dia 30 de dezembro, as duas equipes se reencontram pela temporada regular de 2017/2018, às 14h (de Brasília), com transmissão do SporTV e cobertura em Tempo Real no GloboEsporte.com.

- A gente sabe que esse jogo por si só é diferente, né? E é muito importante para a gente pelo momento em que a gente está. A gente sabe que vencendo a equipe do Flamengo a gente tem grandes possibilidades de dar moral para todo mundo e estar crescendo realmente no NBB. Vamos para esse jogo, eu principalmente, com o único pensamento de vitória. Nós tinhamos que ter vencido o Paulistano, temos que vencer dia 30 e, sendo o Flamengo, sair com a vitória será ainda mais importante para a gente. Uma vitória sempre ajuda. E contra o Flamengo tem outra magnitude. A torcida tem essa rivalidade e, para eles, é super importante - explicou Nezinho.

Arena Carioca 1 vai receber Flamengo x Vasco da Gama (Foto: Gabriel Fricke)

No último jogo, contra o Paulistano, no sábado dia 23 de dezembro, o time do Vasco da Gama começou muito mal no primeiro quarto. No segundo, correu demais e diminuiu um pouco a desvantagem. No terceiro, carregado por Nezinho, que brilhou em quadra, chegou à dianteira. Mas, no quarto, parece ter sentido o cansaço e acabou sucumbindo em São Januário. O próprio armador, que parecia cansado nessa parcial, foi tirado pelo técnico André Barbosa.

Voltou poucos minutos depois após os apelos dos cruz-maltinos nas arquibancadas. Para o camisa 23, a equipe estava desgastada. Depois da derrota, o time conversou durante longo tempo dentro do vestiário e se programou para o descanso de Natal. Ao sair, o jogador comentou o cansaço dos cruz-maltinos.

- (Contra o Paulistano) a gente pregou. Por não estar ainda confiante e jogando nosso melhor basquete, estamos sempre correndo a mais. Não estamos correndo da maneira correta. (No sábado) culminou de ser nosso terceiro jogo da semana, tomando de 20 pontos, contra uma grande equipe. Tivemos mesmo que correr mais, e a gente pregou - explicou o jogador de 36 anos.

Contra o Flamengo, por questões de segurança, a Arena Carioca 1 receberá torcida única, bem como em todos os dérbis cariocas da temporada 2017/2018. Como o clássico do próximo sábado tem mando do Rubro-Negro, os cruz-maltinos não podem assistir à partida no local. Ou seja, o Vasco se despediu de sua torcida contra o Paulistano com a derrota por 77 a 71 no sábado. O rival paulista, por sua vez, só volta a jogar em 2018, no dia 3 de janeiro, às 19h30 (de Brasília), contra o Mogi das Cruzes, mais uma vez como visitante.

Fonte: GloboEsporte.com