Basquete: Vascaínos Olivinha e Palacios comentam sobre clássico desta sexta

Em 13/10/2016 19:28
 

Amigos, boa tarde! Vai rolar já já um bate-papo com os jogadores Olivinha, do Flamengo, e Palacios, do Vasco da Gama. As duas equipes fazem o clássico nesta sexta-feira, às 20h (de Brasília), com transmissão ao vivo pelo GloboEsporte.com, pela Rádio Globo e também em Tempo Real! 

Lembrando que o vencedor da partida garante a vantagem de ter o mando de campo na próxima fase. O jogo de sexta terá o Vasco como mandante. Portanto, a torcida presente será vascaína, como prevê o regulamento do torneio. 

Damian Palacios fala do clássico: "- Foi legal. Acho que é diferente jogar contra o Flamengo, todo mundo espera esse jogo. Começar com vitória é legal, mas é sempre um jogo diferente. Acho que amanhã é outro jogo, muito complicado, e teremos a torcida única do Vasco". 

O argentino comentou o resultado recente no Estadual sobre o Flamengo. O time saiu vitorioso no primeiro turno. 

Olivinha comenta a volta do Vasco ao basquete: "São cinco anos desde a minha volta e foi a primeira derrota que tivemos no Estadual, justamente para o Vasco. A volta do Vasco é bem legal, valoriza bastante, tem a rivalidade, as torcidas comparecendo. Amanhã esperamos mais um jogo duro e que possamos fazer um grande jogo e que dê tudo certo para nós." 

Damian fala sobre a experiência de morar no Rio: "É bonito, muito legal morar aqui. O Rio eu só conhecia por televisão e fotos. Cheguei aqui e adorei. Comecei a curtir a praia. O carioca é muito boa pessoa, comecei a receber o carinho do torcedor do Vasco também e isso, para mim, foi muito legal. Facilitou porque eu fico longe de casa e não sinto tanta saudade da minha família e dos meus amigos. 

Olivinha fala que a chave para a vitória é o foco: "Acho que precisamos ter muito foco. No primeiro jogo fomos bem no primeiro tempo e caímos muito no segundo. O Vasco, que tem uma equipe muito experiente, se aproveitou disso e saiu com a vitória. Se ficarmos o tempo todo focados no jogo, acho que ajudará muito a sair com uma vitória amanhã". 

Para Damian, a briga das organizadas do Fla ajudou o Vasco no primeiro jogo: "Começamos jogando mal no último jogo. Depois da briga dos torcedores do Flamengo, parou o jogo, e isso ajudou a gente para conversar. Voltamos diferentes. Isso deu uma virada importante. E daí começamos a jogar melhor. Acabou num fim de jogo fechado, com jogadores experientes". 

Olivinha sobre a rivalidade: "Na época que o Nenê jogava no Vasco, eu jogava no Flamengo já. Lembro das nossas brigas no garrafão nas categorias de base. Eu lembro de uns jogos que meu irmão jogava também. Eram sempre grandes jogos, duas torcidas comparecendo. É um clássico que mexe com as duas torcidas e é um jogo bastante gostoso de se jogar". 

Olivinha fala da chegada do Vasco ao basquete: "Depois que o Vasco montou a equipe que tem agora, realmente ficamos prestando mais atenção à equipe deles, por ser um rival nosso, sabíamos que seria um jogo mais pegado do que o que tivemos nas quatro últimas temporadas, quando não tinha o time do Vasco. 

Damian fala sobre a continuidade na temporada: "Tenho contrato só por esse ano, mas pelo NBB também. Agora estamos com a cabeça só no Estadual. Ainda tem muita coisa para melhorar, e esse campeonato é muito importante para sabermos como estará o time daqui a pouco, quando começar o NBB. Estamos com muita vontade de seguir trabalhando, melhorando". 

Amigos, agradecemos a companhia de vocês na transmissão ao vivo do papo com Olivinha, do Flamengo, e Damian Palacios, do Vasco. Voltamos a nos encontrar na transmissão ao vivo do clássico nesta sexta-feira, às 20h (de Brasília). A partir das 19h, será aberta a cobertura em Tempo Real. A Rádio Globo transmite ao vivo.