Basquete: Vasco enfrenta o Bauru no 1º jogo dos playoffs

02/04/2018 às 08h08 - OUTROS ESPORTES

Quando se reforçou para a atual temporada do NBB, o Vasco passou a ser visto como um favorito ao título. Após crises por atraso de salários, demissão do treinador Dedé Barbosa, irregularidade em quadra e apenas a 11ª colocação na primeira fase, o time estreia hoje nas oitavas de final, às 20h, na Arena Carioca 1, para provar que o título é possível. O adversário é o atual campeão da liga, o Bauru, sexto colocado na primeira fase.

— Estamos focados no início desses playoffs. O time sabe que não foi um ano muito fácil para ninguém — analisou o ala-armador Dedé Stefanelli. — Ir bem pode mudar a temporada inteira. Não é a posição que a gente queria (11º lugar), mas isso não nos impede de chegar nas quartas, passar à semifinal e ir para a final.

Durante os 28 jogos da temporada regular, o Vasco conseguiu 12 vitórias. Já o Bauru, que esteve presente nas últimas três finais, terminou com 16 vitórias.

Embora as posições na tabela sejam distintas, os confrontos diretos foram marcados pelo equilíbrio. Em janeiro, no Rio, o time paulista levou a melhor por apenas um ponto: 87 a 86. No segundo turno, no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru, a equipe carioca deu o troco. Com 21 pontos do armador David Jackson, o Vasco venceu por 88 a 83.

A experiência de veteranos como Jackson, do ala-pivô Guilherme Giovannoni e dos armadores Fúlvio e Nezinho dão esperança para um crescimento na produção na reta final. Do outro lado, o ala-pivô Rafael Hettsheimeir e o ala-armador Alex Garcia são os pilares do Bauru.

— O Vasco é um time em que quase todos os jogadores já passaram por uma final de NBB ou seleção brasileira. Temos feitos bons treinos nessa semana e tivemos uma vitória importante sobre o Bauru na última rodada — diz Stefanelli. — Estamos focados em fazer um ótimo playoff para mudar a imagem que durante o ano, com alguns problemas dentro e fora de quadra.

Em melhor de cinco jogos, a série irá para duas partidas em Bauru na quinta e no sábado. Em caso de necessidade de uma quarta partida, o confronto voltará ao Rio no dia 10.

Fonte: Agência O Globo