Basquete: Vasco prepara Arena 1 para jogo contra o Mogi

15/11/2017 às 13h43 - OUTROS ESPORTES

O Vasco tem a Liga Sorocabana pela frente na quinta-feira, em São Januário, mas, nos bastidores, o clube já trabalha pensando na partida de sábado, dia 18, às 14h, quando o Cruz-Maltino fará seu primeiro duelo na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico. Para levar o torcedor até a Barra da Tijuca, o clube trabalha em diversas frentes. Os ingressos do confronto contra Mogi das Cruzes, inclusive, já estão à venda de forma antecipada. Além disso, em parceria com a RioCard, os 750 torcedores que chegarem primeiro ao ginásio portando o cartão do BRT, entrarão de graça na Arena 1.

- O Vasco está fazendo um esforço para levar os jogos mais importantes para a Arena 1 e contamos com o torcedor, queremos que ele abrace a ideia. O clube contratou um profissional de marketing para trabalhar apenas com o basquete e estamos desenvolvendo diversas parcerias e ações no intervalo para que o jogo seja uma boa experiência. Os ingressos também estão em preço acessível - disse Fernando, vice-presidente de esportes de quadra do Vasco.

Os ingressos custarão R$ 20 (R$ 10 meia). No intervalo, a promessa é por ações de entretenimento, opções de lanche e ação social por parte da Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO). O piso de jogo terminou de ser instalado na última terça-feira, e será o mesmo que a seleção brasileira usará para o jogo das Eliminatórias contra a Venezuela, no dia 27. Flamengo e Botafogo usarão a mesma estrutura nos jogos que mandarem na Arena Carioca 1.

O Vasco também se movimentou para fidelizar o torcedor. O marketing do clube irá disponibilizar copos personalizados para os torcedores, com imagens dos jogadores do atual elenco, pelo valor de R$ 10. O jogo diante do Mogi, inclusive, irá servir de laboratório para os vascaínos, que mandaram lá as partidas televisionadas e outros jogos de maior apelo, como os clássicos contra Flamengo e Botafogo. Para o pivô Lucas Mariano, será a chance de estrear em um palco olímpico.

- Será a minha primeira vez lá. Não estive no Parque Olímpico nem nos Jogos. Assisti pela televisão. É sempre bom jogar em um lugar assim, traz mais conforto para a torcida, para os jogadores, mas a quadra é a mesma, o piso é o mesmo, então o que interessa é que precisamos jogar melhor - disse o pivô vascaíno.

Fonte: GloboEsporte.com