Basquete: Vasco vence o Minas em 'prévia' da final

30/10/2017 às 22h09 - OUTROS ESPORTES

Na prévia da decisão do Torneio de Basquete de MG, o Vasco mostrou que não está mesmo para brincadeira. Mesmo rodando o banco, o Cruz-Maltino encarou o Minas com seriedade e venceu a quinta, fechando com 100% de aproveitamento a primeira parte da disputa. O duelo vencido por 79 a 65 foi o último da fase de classificação na Arena Minas, em Belo Horizonte. No lado mineiro, que também usou muito seuse reservas, a derrota não mudou a boa impressão do time que reformulado, venceu quatro dos cinco jogos.

Nesta terça-feira, às 19h15, os dois times voltam a se enfrentar, agora valendo taça na Arena Minas. Mais cedo, às 14h45, o Botafogo pega o Basquete Cearense na disputa pelo quinto lugar. E depois, às 17h, Flamengo e Vitória jogam pelo terceiro posto. Vasco e Minas ainda vão se encarar no dia 7 de novembro, na estreia de ambos no Novo Basquete Brasil, de novo em Belo Horizonte.

Times se poupam para a final

Vasco e Minas começaram o duelo praticamente com as equipes reservas. No Cruz-Maltino, Fúlvio foi poupado do jogo. No time mineiro, Gegê e Roquemore iniciaram no banco. Foi hora de ver a rotação funcionar. O Minas abriu melhor, e colocou 7 a 2, mas aos poucos os vascaínos passaram a trabalhar bem a bola e forçar mais a defesa. Titular em quadra, Billy Rush anotou seis pontos em duas bolas de três. Na equipe carioca, David Jackson jogou cinco minutos, mas o suficiente para meter uma bola de três e fechar o período com cinco pontos, mas com a vitória do Minas por 23 a 22.

O segundo quarto foi do Vasco. Rodando o banco e colocando dez para jogar, o Cruz-Maltino trabalhou coletivamente e conseguiu passar à frente. Em jogada de velocidade, Chris Hayes, que fez sua estreia no torneio, se livrou da marcação e cravou bonito. Quase oito minutos em quadra, Lelê, ex-Flamengo, anotou quatro pontos no quarto, mas era nítido que os dois times, apesar da entrega em quadra, se poupavam para a final desta terça-feira. Vencendo o período por 18 a 15, o Vasco fechou o primeiro tempo na frente por 40 a 38.

Na metade do terceiro quarto, em mais uma bandeja de Jef Campos, o Minas empatou o jogo em 49 a 49. Dali em diante, Minas colocou praticamente toda a garotada em quadra, inclusive meninos da Liga de Desenvolvimento, como Thales e Marcos. O equilíbrio se manteve, e o placar parcial foi de 17 a 17, com o Cruz-Maltino se mantendo à frente do placar por apenas dois pontos. Jef anotou sete pontos para o Minas, e no Vasco, Gustavo, ex-Pinheiros, foi à cesta com quatro pontos.

Para resolver o jogo, Giovannoni voltou para quadra e de zerado anotou 11 pontos em apenas três minutos de quarto. Foram duas bolas de três pontos e duas de dentro do perímetro. Assim, o Vasco colocou 70 a 57 e encaminhou a vitória. Com seis minutos de quarto, o Vasco tinha 18 a 4, em ritmo bem mais acelerado do que nos três quartos anteriores. Com a derrota quase certa, Flávio Espiga optou por manter os meninos jogando, também para dar experiência para um grupo que terá um duro NBB pela frente, e acabou derrotado por 79 a 65.

Fonte: GloboEsporte.com