Blogueiro: Vasco tem chance de conquistar Taça BH e dar troco no Vitória

Em 31/08/2013 09:46
 

Como não é todo dia que pinta uma final pra principal categoria de base do Vasco, nada mais justo que um post especial pela decisão da Taça BH de Futebol Junior, na qual teremos pela frente o Vitória. O confronto de hoje tem história na competição. Em 1994, Vasco e Vitória também foram os finalistas e o time baiano levou a melhor, levando sua única taça. Para nós, é a chance de conquistar o tricampeonato (fomos bicampeões em 91/92), além de dar o troco 19 anos depois.

É a primeira final dos juniores do Vasco desde que Sorato assumiu o cargo de técnico e também a primeira desde o Carioca da categoria em 2010. Desde então, a garotada vascaína tem tido desempenhos bem ruins na maioria das competições e a boa campanha na competição – com cinco vitórias, dois empates e uma derrota – nos pegou meio de surpresa. É a chance da nossa equipe sub-20 dar uma volta por cima em grande estilo.

A partida marcará o duelo entre o segundo melhor ataque da competição, a grande arma do Vitória, contra a defesa vascaína, a segunda menos vazada.  E não será fácil, já que o Vitória teve até aqui uma campanha melhor. Enquanto nós nos classificamos como o melhor terceiro colocado na fase de grupos, o rubro-negro foi o segundo colocado do Grupo E. Na fase eliminatória, equilíbrio: os dois times venceram duas e empataram uma.

O time do Vasco tem alguns “velhos” conhecidos da torcida, como Jhon Clay, Dieyson, Guilherme Costa e Thalles, que já jogaram ou pelo menos treinaram com os profissionais. Outros, como o goleiro Jordi, o meia Danilo e o atacante Yago, já chamam a atenção dos torcedores mesmo sem sair da base. A experiência de alguns e a qualidade de outros serão muito importantes para chegarmos ao título. E será a chave de ouro para aqueles que estão no último ano da categoria.

O primeiro passo para a molecada ter sucesso hoje é entrar em campo sabendo o tamanho da responsabilidade que é usar a armadura vascaína numa decisão. Mesmo sendo ainda tão jovens, precisam ter em mente que eles vão representar em campo os mais de 115 anos de história de conquistas de uma das maiores potências do futebol mundial. É muita pressão para um grupo de rapazes? Pode ser. Mas aguentar esse tipo de pressão e se sair bem é o que vai separar os homens dos garotos. E, principalmente, é o preço a pagar por quem deseja usar a camisa do Vasco.