Brant: 'O dever me chamou. A situação nos obrigou'

12/01/2018 às 12h08 - FUTEBOL

Brant: "O dever me chamou. A situação nos obrigou. O que eu estou fazendo aqui agora é tirar o presidente e tomar o lugar dele. Vou falar como presidente para minimizar essa situação. Todas as decisões ratificaram a eleição." #gevas

Fonte: Twitter do jornalista Fred Huber/GloboEsporte.com