Breno e Wellington querem continuar no Vasco

14/12/2017 às 13h49 - FUTEBOL

Emprestados ao Vasco da Gama até 31 de dezembro, o zagueiro Breno e o volante Wellington não devem voltar a vestir a camisa do São Paulo em 2018. Além de estar fora dos planos do técnico Dorival Júnior, a dupla quer jogar pelo clube carioca durante a próxima temporada. 

Pouco utilizados por Rogério Ceni, Breno e Wellington foram para o Rio de Janeiro em maio e lá receberam mais chances. Os dois chegaram a pedido do então técnico vascaíno Milton Mendes, que buscava reforçar o elenco cruz-maltino para a disputa do Campeonato Brasileiro. 

Nesse período, o zagueiro acumulou um total de 25 partidas e um gol marcado pelo Vasco. Para efeito de comparação, ele havia participado de apenas 13 compromissos oficiais desde que voltara ao Tricolor, em 2015. Na capital fluminense, recuperou ritmo de jogo e a confiança perdidos nos últimos anos, em que sofreu recorrentes lesões após o período no qual esteve preso na Alemanha (entre 2012 e 2013). 

Wellington, por sua vez, soma 26 jogos com a camisa cruz-maltina e terminou a temporada como titular. A exemplo de Breno, readquiriu a forma física depois de sofrer com lesões no joelho. 

No fim, os dois ainda conseguiram ajudar o desacreditado time comandado por Zé Ricardo a se classificar para a Copa Libertadores de 2018. A competição continental, aliás, é o principal trunfo do Vasco para conseguir a permanência de ambos. 

Aos 28 anos, Breno tem contrato com o São Paulo até dezembro. O clube do Morumbi, inclusive, tem a preferência para ficar com o atleta caso iguale propostas de outros clubes, mas não deve exercê-la. Já o vínculo de Wellington com o Tricolor é válido até outubro de 2018. 

Dessa forma, os dois terão de negociar valores com o Vasco. A situação do zagueiro está mais avançada e pode haver um desfecho nos próximos dias. Já o volante, cuja parte dos salários era paga pelo São Paulo, terá de se adequar à realidade financeira da agremiação carioca e aceitar uma redução em seus vencimentos para seguir em São Januário. 

O certo é que o Tricolor não colocará empecilhos no caminho do Vasco. No atual elenco são-paulino, Dorival Júnior conta com cinco zagueiros: Rodrigo Caio, Arboleda, Bruno Alves, Aderllan e Éder Militão, que voltará à sua posição de origem em 2018. Além disso, Fabrício Bruno pode chegar em negociação com o Cruzeiro envolvendo Hudson. 

O treinador ainda tem em mãos quatro atletas que sabem fazer a função de Wellington: Jucilei, prestes a ser adquirido em definitivo pelo São Paulo, Petros e Araruna, além do versátil Militão, que também atua como volante. 

Fonte: ESPN Brasil