Bruno Paulista pode deixar o Vasco em julho

10/04/2018 às 08h04 - FUTEBOL

Os campeonatos estaduais são bons testes para o técnico de cada time ter ideia de com quem pode contar para a sequência da temporada. Alguns jogadores podem ganhar de vez a confiança do treinador, enquanto outros fazem o caminho contrário, perdem espaço e viram favoritos a serem negociados. O UOL Esporte preparou uma lista com atletas que se encaixam nesta situação, seja ele já um negociável ou apenas sem espaço dentro do elenco. Confira:

ATLÉTICO-MG

Roger Bernardo (volante)
O pouco espaço que já tinha se reduziu a zero. Pela forte concorrência e pouco futebol, ainda não entrou em campo no ano.

Felipe Santana (zagueiro)
Teve a pré-temporada que queria, mas jogou só uma partida (estreia de Larghi) e sequer foi relacionado na maioria das outras.

Lucas Cândido (volante)
Aos 24 anos, voltou após três lesões gravíssimas no ligamento do joelho, mas ainda não foi testado e seu futebol é uma incógnita.

Hyuri (meia-atacante)
Seus dois únicos jogos foram com o time reserva e sob o comando de Oswaldo de Oliveira. Não mostrou nada positivo mesmo contra equipes bem mais fracas.

Carlos (atacante)
Voltou de empréstimo para ser o reserva de Ricardo Oliveira, mas entrou pouco até se machucar. Hoje vê seu posto de centroavante suplente ameaçado por Erik.

BOTAFOGO

Dudu Cearense (volante)
Um dos mais experientes do grupo, tem tido poucas oportunidades desde o ano passado. Mesmo assim teve contrato renovado. Com a saída de Felipe Conceição e a chegada de Alberto Valentim, volante perdeu mais espaço.

Vini Tanque (atacante)
Foi envolvido na negociação com o Atlético-GO para a chegada de Luiz Fernando. O centroavante, no entanto, não teve bom desempenho em Goiás e foi devolvido para o Botafogo antes do fim do estadual.

Helton Leite (goleiro)
Terceiro goleiro no Botafogo, Helton foi emprestado ao São Caetano, onde fez boas partidas no Paulista. O jogador, porém, fraturou o pé direito e foi devolvido ao Botafogo, já que o contrato era de três meses. Quando estiver curado, deverá ser novamente negociado.

CORINTHIANS

Kazim (atacante)
Ficou de fora da Libertadores e, nos últimos dois meses, só atuou por 7 minutos. Com contrato até dezembro, será cedido pelo Corinthians caso encontre um clube interessado.

Lucca (atacante)
Entre os artilheiros do Brasil em 2017, conseguiu poucos minutos na volta ao Corinthians e não goza de muito prestígio com o treinador Fábio Carille. Com muitas opções no setor, o clube analisa uma renovação de contrato para empréstimo seguinte - o Atlético-PR tem interesse. 

CRUZEIRO

Rafael Marques (atacante)
Está fora dos planos de Mano Menezes. Não é à toa que segue no banco de reservas mesmo quando não há titulares à disposição.

Rafael Sóbis (atacante)
Participou de apenas três dos 16 jogos da equipe no Campeonato Mineiro como titular e foi colocado à disposição.

Lucas Silva (volante)
Emprestado ao clube até junho de 2018, não deve permanecer na Toca da Raposa II.

FLAMENGO

Gilvan de Souza/ Flamengo

Rômulo (volante)
Segue muito mal no clube e deve ser negociado. Jogou apenas cinco partidas na temporada, sendo três delas como titular. Continua sem convencer.

FLUMINENSE

Robinho (meia)
Foi indicação de Abel, mas perdeu espaço e não tem sido aproveitado. Ficou fora dos últimos três jogos do Flu no Carioca.

INTERNACIONAL

Ricardo Duarte/Inter

Camilo (meia)
Perdeu espaço até no time reserva do Inter e pode ser negociado. Fez apenas oito jogos na temporada, sendo só metade como titular.

Danilo Silva (zagueiro)
Ficou muito tempo afastado do time por lesão e volta no fim da fila na zaga.

PALMEIRAS

Hyoran (meia)
O meio-campista ainda não conseguiu desenvolver o seu futebol que fez o Palmeiras apostar na sua contratação da Chapecoense. Encostado, ele não recebeu nem chance na inscrição do Paulistão e pode ser negociado caso receba uma proposta.

SANTOS

Copete (atacante)
O seu último jogo ocorreu na derrota do Santos contra o São Bento, na Vila Belmiro. Vaiado pela torcida, o colombiano pediu para não atuar por algum tempo. Tanto jogador como diretoria querem uma negociação com outro clube. A diretoria santista aguarda propostas.

Leandro Donizete (volante)
Sem atuar, o volante será negociado. O problema é que o alto salário, R$ 300 mil mensais (somando ordenado e luvas), "espanta" o interesse dos clubes.

Rafael Longuine (meia)
Não jogou uma partida sequer em 2018. Santos aguarda propostas por ele.

Rodrigão (atacante)
Iniciou a temporada como o centroavante titular, marcou um golaço na estreia do time na temporada, diante do Linense, mas depois perdeu espaço com a ascensão de Eduardo Sasha e Rodrygo. Está próximo de assinar empréstimo para o Avaí até o fim deste ano.

SÃO PAULO

Diego Souza (meia-atacante)
Chegou ao São Paulo com status de jogador de seleção brasileira. Aos poucos, o principal reforço do Tricolor para a temporada perdeu espaço no time e ficou marcado pela atuação abaixo do esperado na semifinal do Paulista, contra o Corinthians, quando perdeu um pênalti.

VASCO

Bruno Paulista (volante)
Contrato está terminando (encerra em junho de 2018) e não irá continuar no Vasco.

Fonte: UOL Esporte