Carioca de 2017 terá novo formato. Confira!

Em 05/10/2016 08:34
 
Eurico MirandaEurico Miranda
Foto: André Durão


O que era boato, vai tornar-se realidade. A Série A do Campeonato Carioca de 2017 terá novo formato. A partir do ano que vem, a elite do Estadual terá 16 clubes na disputa, com uma primeira fase de apenas seis clubes. Os dois melhores classificados enfrentarão os dez restantes na fase principal, com os quatro grandes. A informação foi confirmada à reportagem do FutRio.net pelo diretor de competições da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ), Marcelo Vianna, na noite desta segunda-feira (3).

Com isso, a primeira fase terá os últimos quatro colocados da Série A de 2016, que não caíram, além dos dois melhores da Série B. São eles Portuguesa, Tigres, Cabofriense, Bonsucesso, Campos e Nova Iguaçu. Em turno único, os dois melhores classificados poderão enfrentar os grandes. Os outros quatro times restantes da fase inicial (excetuando-se os classificados para a segunda fase) irão jogar entre si para definir os rebaixados à Série B de 2018.

Marcelo Vianna antecipou que a segunda fase, com os quatro grandes (Botafogo, Flamengo, Fluminense, Vasco), começará em 29 de janeiro, mas a disputa da primeira fase não tem data definida. O diretor confirmou que o formato está definido, e que faltam definir alguns detalhes.

- Muitas situações vão ser decididas no arbitral em breve. Mas há um formato sim, lógico que há. São 16 clubes, seis clubes jogam essa primeira fase em jogos apenas de ida. Os dois primeiros se classificam e se juntam aos dez que estão esperando. A segunda fase começar em 29 de janeiro. Os outros quatro vão jogar entre si pra decidir os dois que serão rebaixados à Série B em 2017 - disse.


Mudança foi uma exigência de emissora de televisão detentora dos direitos

Vianna explica que a mudança de tabela já havia sido planejada nas reuniões arbitrais no ano de 2015 e que algumas mudanças foram necessárias por exigências da emissora de televisão detentora dos direitos.
- Sim, a mudança é coisa certa. No arbitral de 2015, para o a realização do campeonato de 2016, ela foi muito clara, e nesse arbitral já ficou decidida essa diminuição. Posteriormente, houve a renovação de contrato com a televisão, que também nos obriga à redução de jogos. Portanto, o que fizemos foi um direcionamento para manter os 16 clubes na Série A e que continuem recebendo cota. Vamos criar o campeonato em duas fases, com seis times jogando a fase preliminar - explicou.

''Primeira fase da Série A não deve ser tratada como seletiva''

O diretor de competições da FERJ negou que que a primeira fase deva ser tratada como uma seletiva, e citou como exemplo a Copa do Brasil, que tem várias fases eliminatórias e que o Campeonato Carioca terá algo parecido:

- Não gosto de seletiva, não existe seletiva, não é seletiva. São 16 clubes na Série A. Apenas seis jogam uma primeira fase, tipo a Copa do Brasil. A Copa do Brasil não tem seletiva, tem primeira, segunda, terceira fase e os times da Libertadores entrando nas oitavas de final.

Vianna completa informando que o novo formato com todos os detalhes já definidos serão divulgados aos órgãos de imprensa após a reunião arbitral da competição, ainda sem data marcada. O diretor entende que a nova fórmula de campeonato não tem o objetivo de prejudicar nenhuma equipe. 

 - Tem um formato já elaborado. Agora, vamos para os arbitrais, decidir as vantagens, o início de competição, sortear a tabela. E a partir daí, publicar tudo, divulgar à imprensa, partir para um campeonato mais enxuto, com menos jogos com os grandes contra os de menor investimento, que é o que os grandes sempre quiseram. E mantendo os 16 na Série A. Acredito que conseguiremos positivamente fazer uma mudança e agradar a todos. Foi uma situação colocada neste 2015 e, no meu entendimento, ninguém está sendo prejudicado, sendo pego de surpresa. É uma implementação necessária e chegou o momento - falou.