Com show de Dodô, Vasco vence Friburguense: 3 x 0

Em 31/01/2010 20:04
 

O Vasco enfrentou o Friburguense neste domingo, às 17h, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela quinta rodada do Campeonato Carioca. O Vasco entrou no campo do Voltaço com a esperança de dar prosseguimento ao bom momento da equipe na competição: contra Botafogo e Macaé, foram 10 gols feitos e nenhum sofrido.

A novidade no time do Vasco foi a volta de Dodô, suspenso no clássico contra o Bota. No lugar de Léo Gago, Mancini optou por Rafael Carioca e, no lugar de Carlos Alberto, ainda lesionado, a opção continuou sendo Magno, que fez uma boa partida contra o Macaé.

No Friburguense, as esperanças de gol do técnico Cleimar Rocha ficaram por conta dos atacantes Miguel e Paulo Roberto, escalados no lugar de Hércules e Léo Andrade para dar mais velocidade no setor ofensivo da equipe.

PRIMEIRO TEMPO

O jogo começou bastante corrido no Raulino de Oliveira, com ambas as equipes saindo para o jogo. O Vasco já dava indícios de que sua comissão de frente, feliz nos últimos jogos, não decepcionaria novamente. Logo aos 2 minutos, Dodô deu um belo passe de calcanhar para Magno tocar na frente para Philippe Coutinho, livre dentro da área, mas o assistente levantou a bandeira.

Mas o Friburguense também começou a partida com um pique nervoso, sem se intimidar com o Gigante da Colina. O Frizão apostou bastante nas jogadas pelo meio do campo, chegando veloz com Miguel no ataque. Aos 16 minutos, o Friburguense teve sua melhor oportunidade, com bola parada. Carlos Alberto bateu bonito na bola, que passou muito perto à esquerda do gol de Fernando Prass, que aliás trabalhou muito mais do que no último jogo contra o Macaé.

Até os 25 minutos, a marcação do Friburguense seguia eficiente, vetando, quase sempre com sucesso, a entrada de Dodô e Coutinho dentro de sua grande área. Mas foi no fim da primeira etapa que o Vasco começou a mostrar porque é líder do Grupo B e porque tem, até agora, o ataque mais eficiente do Brasil. Magno esteve muito bem enquanto esteve em campo. Muito participativo, o substituto de Carlos Alberto distribuiu bem as bolas na frente e mostrou visão de jogo ao deixar Coutinho e Dodô perto do gol diversas vezes.

Aos 44, Flavinho tocou na bola com as mãos, na entrada da grande área do Friburguense. Além de levar o amarelo, deixou a bola em um lugar confortável para a cobrança da falta. E quem cobrou foi Dodô. O atacante bateu na bola com bastante efeito e guardou com muita categoria o primeiro do Vasco no jogo e o seu quarto gol no Carioca. Um golaço que praticamente encerrou o primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

O gol do Vasco poderia ter sido um banho de água fria no Friburguense, mas a equipe voltou ao gramado com a mesma ofensividade que apresentou no início do jogo. No intervalo, o técnico do Vasco, Vagner Mancini, colocou Robinho no lugar de Magno, o que, segundo o treinador, já estava planejado.

A defesa do Friburguense seguiu fechada, dificultando a vida de Dodô, Robinho e Coutinho na tentativa de ampliar o placar para o Cruzmaltino. Em um segundo tempo mais preso, com poucas oportunidades concretas de gol, o Vasco diminuiu seu ritmo de jogo, se mostrando mais acuado e realizando toques de bola mais lentos.

Mas, para a surpresa dos torcedores Vascaínos, acostumados com vitórias largas do Cruzmaltino, foram nos 10 minutos finais que o jogo esquentou. Aos 38, Robinho se adiantou pela esquerda e cruzou para dentro da pequena área e, Dodô, que estava lá, não perdoou. De cabeça, marcou o segundo do Vasco e o quinto dele no Carioca.

E o poder de Dodô não parou. Aos 42 do segundo tempo, Márcio Careca saiu em disparada pelo meio e tocou na frente para o atacante dos gols bonitos, que, livre da marcação, tocou com facilidade para dentro do gol do Friburguense. Dodô terminou a partida como artilheiro do Campeonato Carioca, com 6 gols. E o Vasco segue líder absoluto do Grupo B, com 15 pontos.

FICHA TÉCNICA:
VASCO X FRIBURGUENSE


Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data/Hora: 31/01/10 - 17h
Renda/Público:
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Rogerio Lucas Dos Santos (RJ)
Cartões Amarelos: Márcio Careca (17\", 1ºT), Cadão (22\", 1ºT), Magno (24\", 1ºT), Bidu (32\", 1ºT), Flavinho (43\", 1ºT), Nilton (7\", 2ºT), Robinho (25\", 2ºT)
Cartões Vermelhos: Bidu (14\", 2ºT)

GOLS: Dodô (VAS - 44\", 1ºT), Dodô (VAS - 38\", 2ºT), Dodô (VAS - 42\", 2ºT)

VASCO: Fernando Prass, Thiago Martinelli (Elder Granja - 25\", 2ºT), Gustavo, Titi e Márcio Careca; Nilton, Souza (Fumagalli - 35\", 2ºT), Rafael Carioca e Magno (Robinho - intervalo); Philippe Coutinho e Dodô. Técnico: Vágner Mancini.

FRIBURGUENSE: Marcos, Sérgio Gomes, Cadão, Wallace, Bidu e Flavinho; Cassiano, Carlos Alberto (Cássio - 17\", 2ºT) e Alex Faria; Miguel (Kalu - 35\", 2ºT) e Paulo Roberto (Flávio Santos - 17\", 2ºT). Técnico: Cleimar Rocha

últimas das colunas

todos os colunistas