Confira as notas dos atletas do Vasco contra o Atlético-MG

16/11/2017 às 00h11 - FUTEBOL

oi um primeiro tempo de encher os olhos. Talvez dos melhores do Vasco no ano. Mas um pequeno momento de desatenção do time na segunda etapa custou a vitória sobre o Atlético-MG.

O empate em 1 a 1 com o Galo, em São Januário, nesta quarta-feira, vai doer nos cruz-maltinos. Porque eles jogaram o suficiente para vencer até com certa folga, mas foram penalizados por uma atuação segura de Victor e pelos poucos minutos em que foram pressionados por um adversário de respeitável poder ofensivo.

Com o tropeço, o Vasco desperdiçou a quarta oportunidade de entrar no G-7. Uma vitória colocaria o time provisoriamente na sexta posição – Botafogo e Flamengo só jogam nesta quinta-feira. Entenda como o Cruz-Maltino deixou escapar esta chance:

Fator Evander

Titular após dois bons jogos, o jovem foi bem até ser substituído no segundo tempo. Deu chutões na defesa, atuou com liberdade no meio e distribuiu bons passes, o que aumentou a força ofensiva do time e contribuiu para o ótimo primeiro tempo – o Vasco terminou vencendo por 1 a 0, gol de cabeça de Rios em escanteio.

Desatenção

O Vasco dominava a partida até o início do segundo tempo. O Atlético, com praticamente quatro atacantes que pouco voltavam, dava todo o meio-campo para o Cruz-Maltino. Mas, quando o Galo conseguiu encaixar um momento de pressão, o time da casa não segurou: Nenê perdeu bola na entrada da área, e Fred superou Gabriel Félix. Antes, Otero havia acertado a trave.

Victor

Após o empate, o Vasco ainda levou alguns minutos para se recompor no jogo. Mas se reequilibrou e voltou a dominar. E começou a criar chances. Entretanto, do outro lado, Victor estava inspirado: ele fez pelo menos três grandes defesas, em finalizações de Wagner, Rios e Paulinho.

Atuações:

Gabriel Felix: 6,0

Madson: 5,5

Paulão: 5,5

Breno: 6,0

Henrique: 6,0

Wellington: 6,0

Evander: 7,0

Yago Pikachu: 5,0

Nenê: 5,5

Paulinho: 5,5

Andrés Rios: 6,5

Fonte: Globoesporte.com