Confira como foi a vitória do Vasco no basquete

30/01/2018 às 22h45 - OUTROS ESPORTES

Um dia gelado em pleno janeiro parece ter esfriado os times. Dentro de quadra, o jogo demorou a fluir, só ficou bom mesmo no segundo tempo. No fim das contas, com os dois times pressionados, o Vasco conseguiu ser melhor somente na prorrogação e vencer a Liga Sorocabana, por 80 a 75, em duelo disputado na noite desta terça-feira, no ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba, no interior paulista.

A LSB teve o comando técnico de Miguel Palmier, conhecido do basquete carioca. Com uma boa aplicação na defesa, a equipe conseguiu . Já o Vasco, que dominou o primeiro período, acabou caindo no individualismo na reta final do jogo e conheceu a segunda derrota seguida juntando o clássico contra o Flamengo.

O Vasco agora sobe para seis vitórias na competição e começa a se aproximar do grupo intermedíario. Para a LSB, a derrota siginificou o 15º revés na Liga Nacional.

O próximo compromisso da Liga Sorocabana também é em casa. No sábado, às 18h, o time encara o Botafogo, no ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba. Antes, na quinta-feira, o Vasco encara o Mogi das Cruzes, às 20h, no ginásio Hugão.

O jogo

A Liga começou o jogo em ligeira vantagem. Mineiro fez a cesta para abrir o placar, e logo o time tinha 7 a 0. Mas com vibração em quadra, o Vasco mudou o jogo, anotando 14 pontos seguidos num período de cinco minitos na sequência e virando o macador. Após tempo pedido por Palmier, a LSB encontrou sua melhor forma, mas foi o time carioca que venceu a parcial: 20 a 15.

O segundo período foi amarrado e de placar baixo. O Vasco perdeu muitos arremessos e já não tinha mais liberdade no garrafão da LSB, anotando somente quatro pontos em 7 minutos. Quem imaginava um Sorocaba mais incisivo também acabou vendo o time descontar a diferença aos poucos. A virada aconteceu em uma bonita assistência de Crescenzi para Mineiro, embaixo da cesta, anotar 25 a 24. O placar no intervalo apontava 30 a 28 para os donos da casa.

A conversa no intervalo parece ter animado o Cruz-maltino, que voltou acelerando o jogo e virando a partida. A postura dos sorocabanos também melhorou, e o jogo finalmente fluiu. Em lindo chute, Giovannoni fez a equipe visitante abrir sete pontos. Novamente aos poucos, a LSB voltou a ter equilíbrio e remou para empatar, quase sempre nas jogadas de Mineiro: 48 a 48.

Uma cesta de Drudi, na cabeça do garrafão, fez a torcida da casa entrar no jogo. Mas duas cestas de 3 seguidas de David Jackson recolocaram a equipe da Colina à frente. A partida ficou equilibrada, com os paulistas cadenciando o tempo e os ataques. No fim, Jackson empatou no lance livre, e Mineiro teve a bola no jogo, mas não converteu, levando para o tempo-extra: 64 a 64.

Prorrogação

No primeiro lance do tempo-extra, Renato converteu um gancho. A resposta veio logo em seguida, mantendo o jogo equilibrado. Fúlvio e Crescenzi levaram seus times ao ataque, enquanto o cansaço batia forte sobre os dois elencos. Isso até que Gustavo pegou bola na transição, costurou a defesa e foi para a bandeja, praticamente sacramentando o jogo. Giovannoni e Fúlvio ainda deram números finais no lance livre: 80 a 75.

Fonte: Globoesporte.com