Confira históricos de gols marcados e sofridos nos acréscimos em cada clube

Em 30/08/2013 22:27
 

Até que ponto a doação e atenção dos jogadores na reta final das partidas podem render um lugar melhor na tabela do campeonato? Neste Brasileirão, 27 gols foram marcados após o relógio apontar 45 minutos, seja no primeiro tempo ou no segundo. Claro que na segunda etapa, em virtude de - normalmente - termos mais acréscimos do árbitro - o índice é maior: foram 20 gols, contra sete anotados na primeira metade de jogo. E o Atlético-PR foi o que melhor aproveitou os minutos finais. Foram duas bolas na rede nos descontos, mas que renderam 4 pontos a mais na classificação, já que empatava com Ponte Preta e Portuguesa, e saiu vitorioso nas ocasiões.

 

Coritiba, Criciúma e Vasco, foram as equipes que mais gols conseguiram nos acréscimos, três cada uma. O Coxa sempre fez gols que alteraram o resultado do confronto, mas a derrota para o Corinthians com o pênalti no fim, tirou a liderança nesque quesito ao lado do rival. O Tigre também conseguiu, na diferença dos que marcou com os que sofreu, somar três pontos a mais na tabela. Já o Vasco, em apenas uma ocasião fez um gol que mudou o resultado do jogo, contra o Santos, em que perdia e garantiu o empate, com um ponto a mais na tabela.

 

O Flamengo sofreu um gol emblemático nos minutos finais: vencia a Portuguesa por 1 a 0, quando o goleiro Lauro se arriscou no ataque e marcou de cabeça, decretando o empate da Lusa depois dos 47 minutos, tirando 2 pontos do Rubro-Negro. O time carioca aliás, sofreu quatro gols nos descontos, mas dois não alteraram o resultado da partida (contra Fluminense e Bahia). Diante do Internacional, porém, o empate virou derrota com o gol de Juan.

 

Elias gol Flamengo x Botafogo

O Botafogo é o que mais perdeu pontos em virtude de gols marcados nos acréscimos. Foram três vezes e, em todas, a equipe vencia a partida, sofrendo o empate - contra Flamengo, Atlético-MG e Internacional. Na tabela, um reflexo de menos seis pontos para a equipe. A Portuguesa ainda supera o Fogão no número de gols sofridos nos descontos: foram cinco. Mas, na pontuação total, com o gol marcado diante do Fla, empata com o time do Rio em número de pontos perdidos.

Algumas equipes até sofreram ou marcaram gols nos descontos, mas que em nada alteraram os resultados de suas partidas: o Fluminense, por exemplo marcou gols contra o Flamengo e São Paulo e sofreu um diante do próprio Tricolor Paulista, mas em nenhum dos casos, a bola na rede alterou o resultado de momento (já perdia e continuou perdendo em todos os casos).

Para chegar ao total de pontuação, foi feita a seguinte análise nas 16 rodadas do Brasileirão:
- se a equipe marcou um gol quando a partida estava empatada, saindo com a vitória, ganhou mais 2 pontos.
- se a equipe marcou um gol quando perdia a partida, saindo com o empate, somou um ponto.
- da mesma forma, se sofreu um gol, teve um ponto descontado se saiu derrotado, e dois pontos se o tento culminou em empate do adversário.
- se o gol marcado não alterou o resultado da partida, não somou-se ou subtraiu pontos.

Fonte: Blog Numerólogos – Globoesporte.com

últimas das colunas

todos os colunistas