Confira na íntegra a entrevista coletiva de Zé Ricardo

10/03/2018 às 19h22 - FUTEBOL

A tranquila vitória por 3 a 1 sobre o Madureira não fez Zé Ricardo relaxar. Embora o Vasco pouco tenha sofrido, o treinador acredita que seus comandados pecaram na marcação. Por isso, fez um alerta de que tal postura não pode ser repetida na terça, contra a Universidad de Chile, em São Januário, às 21h30 (de Brasília).

- A gente abriu o jogo no fim, deu espaços e não podemos cometer o mesmo erro na terça, porque a Universidad de Chile é uma equipe rápida. Já conversamos no vestiário e vou corrigir.

Zé explicou por que modificou bastante a escalação do Vasco: dar oportunidades à maioria dos atletas é um de seus objetivos.

- Importante a gente rodar o grupo, é uma partida muito em cima da Libertadores. Temos que preocupar com a parte física dos atletas. Foi um bom jogo pra ver o elenco e valeram os três pontos

Confira outros tópicos:

Time definido para enfrentar a La U?
Já defini. O certo é que vai ser um bom jogo, a La U é uma grande equipe, com jogadores inteligentes, vem fazendo um grande campeonato chileno. Fizemos análise dos últimos jogos deles. Temos que estar atentos.

Reencontro com Rafael Vaz
Rafael é um grande zagueiro. Acho que vai se encaixar bem no time deles. Uma equipe de bola no chão e ele tem qualidade para sair com a bola. Temos que ter cuidado com ele nas bolas paradas.

Time misto no clássico?
Vimos hoje que os jogadores agora estão mais evoluídos, mais condicionados, e devemos mesclar o time também contra o Botafogo, na semana que vem.

Carioca é importante, segundo Zé
Carioca é muito importante. Pela grandeza do Vasco, devemos dar peso ao estadual. Na primeira fase, tivemos que dar uma atenção maior a Pré-Libertadores porque não tínhamos outra opção.

Elogios ao zagueiro Bruno Silva
Jogador que me chamou atenção. Sai bem com a bola no pé, é bom nas inversões. Vinha bem na Ferroviária. Peguei informações com o Fernando Diniz, que treinou ele um bom tempo. O perfil que a gente queria.

Importância da torcida contra a La U
Tem que ser uma vantagem pra gente. Não vai ser um jogo fácil e a torcida precisa entender para passar confiança pra gente. A pressão tem que ser sempre em cima da La U.

Fonte: globoesporte.com