URGENTE: Paulão deixa o Vasco clique aqui

Craque vascaíno quase foi parar no rival

06/07/2018 às 08h24 - FUTEBOL

O Club de Regatas Vasco da Gama foi a última escala de Phillipe Coutinho antes de alçar voo rumo ao futebol europeu. Antes de chegar ao Barcelona, o craque brilhou na Inter de Milão, no Espanyol e no Liverpool. Mas uma volta no tempo nos mostra que o camisa 11 da seleção brasileira perambulou por outros clubes cariocas, em busca de uma chance no futsal. 

No último sábado, ​reportagem do Melhor Futebol do Mundo contou a história do jogador em sua primeira experiência dentro de um clube – na Estação Primeira de Mangueira. Só que não ficou por aí: o próprio Vasco, o Botafogo e o Madureira foram outros clubes pelos quais a futura joia desfilou o seu talento, antes de ingressar definitivamente no futebol de campo, em São Januário.

Coutinho entrou pela primeira vez na sede do Vasco em 23 de março de 2000. Tinha oito anos, ainda incompletos (veja vídeo abaixo). Havia deixado a equipe da Mangueira que só disputava os torneios da Liga de Futsal.

Inscrito na Federação de Futebol de Salão do Estado do Rio de Janeiro sob o número 31.443 e na Confederação Brasileira com o registro 236.147-7, ele seguiu vinculado ao clube até o fim de janeiro de 2004, quando foi para o Botafogo.

- O Robson, treinador dele no Vasco, foi convidado pelo diretor de Futsal Luiz Fernando para montar um novo projeto de futsal no Botafogo. E levou o Coutinho junto – contou o presidente da Federação de Futebol de Salão do Estado do Rio de Janeiro, Kennedy Abrantes, testemunha do dia em que Coutinho apareceu pela primeira vez na sede alvinegra.

O Botafogo tinha ouro puro nas mãos. Mas deixou Coutinho escapar. Cerca de um mês depois, o então presidente Bebeto de Freitas extinguiu o departamento de futsal, por conta dos problemas financeiros do clube.

Em março de 2004, Coutinho passou a atuar pelo Clube dos Sargentos do Exército. E, cinco meses depois, no Esporte Clube Iguaçu, centenária equipe de Nova Iguaçu, município da Baixada Fluminense.

O retorno ao Vasco aconteceu alguns meses depois, em janeiro de 2005. Ele ainda atuou por pouco mais de seis meses na Colina (confira vídeo abaixo). Em seguida, no mesmo ano, passou a defender as cores do Madureira Esporte Clube (na foto ao lado, com o short de número 14), equipe da Zona Norte do Rio, o último registro do jogador no futsal.

Foto: Esporte InterativoDocumento de Coutinho
Documento de Coutinho

Foto: Divulgação Camisa
Camisa

Fonte: Esporte Interativo