Cruzeiro atravessa transação entre Juninho, do Sport e Vasco

03/03/2018 às 08h07 - FUTEBOL

O destino de Juninho já parecia certo. Afastado do elenco do Sport ao ser acusado de indisciplina pelo técnico Nelsinho Batista, o atacante havia encaminhado um acerto com o Vasco, e a diretoria rubro-negra só esperava a formalização do contrato para emprestá-lo até o fim da temporada. Mas, segundo apuração da reportagem do Superesportes, o Cruzeiro atravessou a negociação com uma proposta mais vantajosa para o jogador. O futuro do prata da casa voltou a ficar em aberto. 

Após retornar do Rio de Janeiro, onde conversava com dirigentes do Vasco, o empresário de Juninho, Igor Albuquerque, tem programada uma visita a Ilha do Retiro na tarde desta sexta-feira, quando pretende apresentar aos gestores rubro-negros a oferta do Cruzeiro - também um pedido de empréstimo até dezembro de 2018, mas com salários superiores aos sugeridos pelos cariocas. 

Assim como seria no Vasco, a ideia é que o atleta, que tem 19 anos, seja aproveitado inicialmente também nas categorias de base da equipe celeste. Depois das tratativas encaminhadas com o clube cruzmaltino, o Sport evita ainda cravar o destino de Juninho. "Soube que tem outros clubes atrás dele sim", declarou o diretor de futebol Leonardo Lopes. Questionado se um deles seria o Cruzeiro, o gestor admitiu a possibilidade da ida do atleta para a Toca da Raposa. "É possível", limitou-se. 

Vinculado ao Sport até 28 de fevereiro de 2020, Juninho vem treinando apenas na Ilha do Retiro, separado do restante do elenco. No começo do mês, ele chateou Nelsinho Batista ao se recusar a viajar para a partida de estreia na Copa do Brasil, diante do Santos-AP, no Amapá. O treinador se queixou ainda da falta de comprometimento do jogador com a balança durante o início da temporada. 

Juninho acumula polêmicas também fora de campo. Em outubro do ano passado, permaneceu detido na Delegacia da Mulher por 12 horas ao ser autuado por injúria, ameaça e vias de fatos. Deixou o local só após pagar uma fiança de R$ 10 mil e responde às acusações da ex-namorada em liberdade. 

Fonte: Superesportes