Douglas muda vida em um mês e terá primeira viagem ao exterior

Em 28/09/2016 16:35
 
DouglasDouglas
Foto: Flickr Vasco

Um mês. Somente um mês foi necessário para vida de Douglas mudar da água para o vinho. E o jovem é só sorrisos com isso. No dia 27 de agosto, a então surpresa na convocação de Jorginho estreava entre os profissionais no empate por 2 a 2 diante do Tupi, em Juiz de Fora. Entrou aos 15 minutos do segundo tempo para substituir Fellype Gabriel e não saiu mais. De aposta, virou titular absoluto, jogou todos os 90 minutos a partir dali, renovou contrato, recebeu aumento e foi convocado para seleção brasileira sub-20. A próxima novidade? Viajar para o exterior. O garoto sairá pela primeira vez do Brasil para defender o país em torneio no Chile, entre os dias 12 e 16 de outubro.
 
Tamanha mudança de patamar, no entanto, não é capaz de tirar a serenidade de Douglas. De fala mansa e pausada, o volante esteve na sala de entrevistas de São Januário nesta quarta-feira e admitiu a surpresa com a velocidade com que tudo acontece. Nada que o assuste:
 
- Preparado não estava, mas Deus sabe o que faz. Foi um imprevisto bom para mim. Não me sinto titular, tenho que trabalhar muito forte, esse é só o início da minha carreira. Trabalhando forte nos treinos, nos jogos mantenho meu foco. Sobre a seleção, fico muito feliz de estar representando meu país. Será a primeira vez que vou viajar para fora. Feliz, feliz demais.

Douglas se apresenta à Seleção no próximo domingo para período de treinamentos na Granja Comary visando o Quadrangular de Seleções, que contará ainda com Uruguai, Equador e Chile, dono da casa. Antes, ainda defende o Vasco sábado, diante do Náutico, no Recife, e desempenhará uma nova função na ausência do suspenso Diguinho.
 
- Todos no elenco têm qualidade para jogar, todos estão preparados. Eu mesmo vou descer para primeiro volante, e o time vai continuar a mesma coisa.
 
De contrato novo até 2019, Douglas teve reajuste considerável no salário, que agora está no mesmo nível de outras promessas da base, como Alan Cardoso, Mateus Pet e Caio Monteiro. Realidade que já o faz pensar em deixa o bairro de Nova Holanda, no Complexo da Maré.
 
- Estou feliz demais. É o clube onde comecei, mas o negócio é manter o pé no chão, poder ajudar minha família, sair da minha comunidade. Lá é minha realidade, lá que eu vivo. Não tenho pressa.
 
Com 51 pontos, o Vasco é o líder isolado da Série B e não corre risco de perder a posição na rodada, uma vez que o Atlético-GO, que está em segundo, com 49, já entrou em campo. O duelo com o Náutico está marcado para sábado, às 16h30 (de Brasília), na Arena Pernambuco, pela 28ª rodada.