Quem sai e quem fica no Vasco? Vote! clique aqui

Entenda como a grana da venda de Coutinho pode ajudar o Vasco

07/01/2018 às 08h41 - CLUBE

Uma salvação. Foi assim que um membro da diretoria definiu o dinheiro que o Vasco vai receber pela venda de Philippe Coutinho do Liverpool ao Barcelona. O clube pode arrecadar até R$ 15,8 milhões, que vão ajudar no pagamento de pendências imediatas, especialmente os salários do elenco.

Em dificuldade financeira, o Vasco deve o mês de novembro, 13º salário e férias. A folha de dezembro, em teoria, também venceu, mas um acordo da diretoria com os jogadores prevê o pagamento no dia 20 de cada mês.

Como a folha salarial do Vasco gira em torno de R$ 4 milhões mensais, o valor da venda de Coutinho serviria para o clube quitar boa parte das pendências. Ainda restariam os casos de atletas que recebem direitos de imagem, mas não são todos que recebem – e cada um o faz de maneira diferente.

Pagamento "parcelado"

Um porém é a forma como o negócio entre Barcelona e Liverpool foi acertado. O clube catalão vai pagar 130 milhões de euros de imediato, com os outros 33 milhões sendo depositados a partir de uma série de variáveis.

Desta forma, o Vasco receberá 3,2 milhões de euros (R$ 12,4 milhões) em até 30 dias após o registro de Coutinho pelo Barcelona, com o restante chegando quando Coutinho atingir as metas estipuladas - e o clube catalão pagar ao Liverpool.

Risco de penhora?

Um problema para o Vasco é a possibilidade de surgir uma penhora. Como o clube ainda tem dívidas na Justiça, este é um risco que não é descartado. Entretanto, a diretoria não acredita em algo do tipo num futuro próximo.

Para conseguir o dinheiro, o Vasco precisa solicitar sua parte através do Sistema de Transferências da Fifa. Neste trâmite, o clube deve juntar a documentação que comprova sua participação na formação de Coutinho. A expectativa é de que o processo aconteça rapidamente - o clube comprador tem até 30 dias para fazer o depósito.

Fonte: Globoesporte.com