Eurico Miranda fala sobre organizadas, Edmundo, futuro do Vasco...

06/11/2017 às 12h44 - POLÍTICA

​Ele abriu o jogo. Nesta semana de eleição no Vasco, o emblemático Eurico Miranda, presidente do clube, concedeu uma entrevista exclusiva ao Esporte Interativo. Polêmico como de costume, o mandatário não poupou palavras sobre os assuntos que pairam sobre o Cruz-Maltino. Em 15 declarações, Eurico destrinchou as eleições do Vasco, falou sobre sua relação com as torcidas organizadas, criticou veementemente Edmundo, lembrou da rivalidade com o Flamengo e respondeu outros questionamentos que rondam o dia a dia do clube da Colina. Confira as respostas completas nos vídeos: 

​ANTES E DEPOIS 

EI: Presidente, o senhor voltou ao Vasco em 2014. Amargou um rebaixamento, venceu dois cariocas e agora vive o melhor ano sob sua gestão. Como você encontrou o Vasco e o que foi feito? 

​RECONSTRUÇÃO

"Eu encontrei o Vasco com 700 milhões de dívidas. A dívida foi reduzida em mais 200 milhões. Para isso ser feito, nós tivemos consequências. O reflexo maior nisso tudo é o reflexo no futebol. Tudo foi feito dentro das possibilidades. Eles (administração anterior) não pagavam...". (Declaração completa no vídeo) 

REBAIXAMENTO

"O futebol, que é o que interessa mais: eu trouxe, eu coloquei, é verdade, até contra a maioria dos meus princípios, o senhor José Luis Moreira na frente do futebol. O senhor José Luis Moreira colocou lá uma pessoa chamada Paulo Angioni. E que, infelizmente, foi o grande responsável pelo que aconteceu (rebaixamento), e que eu assumi a responsabilidade. Eu tive que mandar ele embora. Fora. Pela maneira que ele estava conduzindo o futebol. E bendita hora que isso aconteceu porque nós conseguimos retomar o nosso caminho". (Declaração completa no vídeo)

​PATRIMÔNIO

"Temos inúmeras realizações. Se eu ficar aqui dizendo para você, vai esgotar tudo o tempo que você tem para a entrevista. Parque aquático: piscina vazia, degradada. Tá aí a piscina e o parque aquático reconstruído. Ginásio: no cimento. Degradação total. Está aí, hoje, tudo reconstruído, servindo para jogos da NBB. Base do Vasco: totalmente recuperada. Reforma de todos os vestiários, criamos o Caprres..." (Declaração completa no vídeo)

ELEIÇÕES

​EI: Você tenta a reeleição, o que seria seu quarto mandato como presidente, mas sempre participou da política do Vasco. Qual é a expectativa para essa que promete ser a maior da história do clube?

"Eu vou ganhar as eleições. E vou ganhar por razões óbvias. Eu começo perguntando: quem é Julio Brant? É paraquedista. Ele quer descer aqui na presidência do Vasco. Nunca foi nada no Vasco. Campello: foi médico no Vasco. Se ser médico do Vasco é suficiente para ser presidente do Vasco... É outra coisa. Senhor Fernando Horta, quando começou, eu disse a ele: 'Você vem, participa, e você vai ser candidato natural'. Mas português é uma língua difícil, né. Não participou nada. Omisso total. Nunca participou... Eles todos, para chegar a São Januário, precisam de GPS". (Declaração completa no vídeo) 

EDMUNDO E ÍDOLOS 

EI: Presidente, você acha que essa situação de eles (ídolos Edmundo, Felipe e Mauro Galvão) cobrarem algo que era devido a eles, isso apaga a idolatria e por isso o clube não tem essa aproximação com os ídolos? Muitos ídolos reclamam da forma como o Vasco trata eles. Você acha que isso interfere?

"Sabe qual foi a homenagem que o Vasco sempre fez? E eu em particular? Se ele quer saber? Ele estava preso. Preso. Preso na polinter. Quem tirou? Quer homenagem maior do que essa? Eu tirei. Trouxe para aqui, protegi e etc. Eu quero saber quem é Edmundo de reclamar que o Vasco não reconhece? Ele é o primeiro a não poder falar nada. Ele é exemplo de quê? Não é exemplo como cidadão. Não é como pai, não é como filho, não é como irmão, não é como nada". (Declaração completa no vídeo) 

LISTA DE SÓCIOS, MORTOS E ADIAMENTO DAS ELEIÇÕES

​EI: Sobre os sócios mortos e com o mesmo endereço na lista de sócios, o que o senhor pode dizer? Além disso, Ministério Público fez um pedido de adiamento das eleições por conta de cerca de 690 sócios que estariam inadimplentes. O senhor acha que esse pedido ameaça as eleições? 

"Eles (oposição) falam porque gostam de falar. Acontece o seguinte: o Vasco fez um recadastramento. Alguns não fizeram recadastramento. Aí você vai encontrar sócios remidos, muito antigos, que não têm CPF. Alguns falecidos é porque não comunicou. Não comunicou, continua na lista. Agora, todos os sócios que foram recadastrados estão lá, com CPF, e com tudo. Falar essa história de que morto vota é querer achincalhar o Vasco. O morto vai sair da tumba e votar, quando você passa por um processo que precisa de identificação e votar? Isso é ridicularizar o processo eleitoral do Vasco. Todo esse tipo de coisa é choro de perdedor". (Declaração completa no vídeo)

"Não foi o MP. Foi o senhor Julio Brant. Você vai encontrar o CPF de todos eles. Onde você não encontra é da categoria Remido, que não se cadastrou. São sócios de 1933, 1931, esse não tem. Agora, você vai encontrar, em todos os outros sócios. Se você responder para mim (que sócio morto vota) que é possível, tu é mágico. Eu quero saber como um sócio falecido pode chegar e votar". (Declaração completa no vídeo)

EI: Nesta semana, 28 nomes foram indicados para receber o título honorífico e fazer parte do conselho de beneméritos (natos). Só que o estatuto prevê que não é obrigação ter 150 conselheiros. Mas a oposição contestou contra isso. O que aconteceu?

"Eles contestaram porque eles não conhecem nada de estatuto do Vasco. Isso não modifica em nada a eleição. A benemerência dado ao título não muda em nada. Na sua grande maioria, eles eram conselheiros. O estatuto do Vasco não obriga e nem desobriga..." (Declaração completa no vídeo)

TORCIDAS ORGANIZADAS

EI: Muito se fala da influência das torcidas organizadas do Vasco, não só nas eleições, mas no seu mandato. Queria que você explicasse qual é a relação do Eurico Miranda com as torcidas organizadas do Vasco?

​​"Eu sempre achei que a torcida organizada é algo da maior importância no futebol. Agora, todo mundo sabe como é minha separação. Torcida é para incentivar, incentivar o time. Nunca eu tive ligado a qualquer tipo das infiltrações na torcida organizada, que entraram alguns marginais. Não tem nenhuma ligação comigo. Zero. Agora, a grande verdade é que, eu estando no Vasco, tudo o que acontece de bom, não precisa ligar ao Eurico. Qualquer coisa que não seja bom, eles ligam ao Eurico Miranda. Só isso". (Declaração completa no vídeo). 

CARLOS LEITE

EI: Qual é a sua relação com o empresário Carlos Leite e por que ele tem essa influência no clube? 

"Tem que ser muito boa, se você está dizendo que ele emprestou ao Vasco em momento de necessidade, e se foi para sanar dificuldades que o Vasco tinha, isso eu sou reconhecido a ele. Mas dizer que ele tem influência no futebol, é maledicência. Não é justo, não é correto. Ele tem ajudado muito, mas sem essa coisa de interferência no Vasco. Isso eu garanto a você..." (Declaração completa no vídeo).

​FLAMENGO

EI: O Vasco está a três pontos com Flamengo*. Sendo que o Vasco tem metade do investimento do Flamengo. Ao que você atrela esse desempenho? 

"Do Flamengo eu não falo. Eu falo daqui. Aqui é trabalho e dedicação. E não é metade, não. É menos do que a metade. Você e 90% da imprensa, quando a gente começou, vocês afirmaram que o Vasco ia disputar para não cair. E aí eu repito o que disse antes: o objetivo do Vasco era Libertadores. Está chegando aí. Na frente do Flamengo, eu acho que é consequência...". (Declaração completa no vídeo).

​O QUE É O VASCO? 

EI: São 73 anos. 50 atuando no Vasco e no futebol. O que é o Vasco para você e, depois de tanto tempo, como você enxerga o panorama atual do futebol brasileiro? 

"A minha ligação com o Vasco é uma ligação de amor. Se eu não tivesse esse amor, que alguns podem classificar como exagerado, há muito tempo eu não estaria aqui. Dói, quando a gente tem amor por uma coisa, pode ser material ou não material, pode ser uma pessoa, te dói quando essa pessoa sofre, é atingida e é magoada. Esse é meu problema. Eu posso ter errado muito. Mas eu nunca fiz absolutamente nada que viesse prejudicar o Vasco...". (Declaração completa no vídeo).

​O AUGE E O FUNDO DO POÇO

EI: Se você fosse citar o melhor momento e o pior momento de Eurico Miranda dentro do futebol, quais seriam? 

"Eu não sei. Eu ganhei tanta coisa que eu não sei qual é o melhor momento. O pior momento é quando eu tenho uma derrota para o Flamengo. É um momento que eu me sinto muito mal. Mas eu tive tantos momentos bons, que eu só tenho o que agradecer a Deus por continuar aqui. Até problema pessoal eu agradeço a Deus por estar aqui. Espero que não me aconteça de estar em cima de uma cama e acontecer coisas com o Vasco e eu não poder fazer nada". (Declaração completa no vídeo). 

​COTAS DE TV

EI: Grande parte da renda do Vasco provém das cotas de TV. Você é um cara que sempre lutou para que o Vasco não ficasse atrás de outros clubes. Como buscar essa igualdade daqui para a frente? 

"O problema é simples. Na minha passagem no Vasco, em relação à TV, cinco clubes recebiam igualmente: Vasco, Flamengo, Palmeiras, Corinthians e São Paulo. Eu saí do Vasco, aí eles querem colocar o Vasco em quarto, quinto, sexto, sétimo. Foi lá um inteligente aqui do Vasco, que passou aqui, foi negociar com a Globo. E a Globo chegou e disse lá: 'Vou te dar X'. Aí ele achou ótimo. Só que ele esqueceu de fazer uma pergunta: 'Quanto vai ganhar o Flamengo? Quanto vai ganhar o Corinthians?' Podiam me oferecer um bilhão. Essa minha pergunta era clara: tem alguém que vai receber mais que o Vasco? 'Ah, não posso dizer'. Então não assina...". (Declaração completa no vídeo).

​RECADO AO TORCEDOR

EI: Se fosse para mandar um recado para o sócio e também torcedor do Vasco, qual seria? 

"Compareçam ao Vasco. Votem. E se não sabem ainda de tudo, tenham a oportunidade de vir ao Vasco. Venham ao Vasco, vejam como está o Vasco e decidam. Sem esse baixo nível, como querem achincalhar com o Vasco. Chororô não é de Vasco. Pelo amor de Deus. As eleições se aproximam e começam a inventar. A mensagem é essa. Compareçam dia 7". (Declaração completa no vídeo).

Fonte: Esporte Interativo