Eurico ordena mudança na programação dos treinos

Em 17/10/2016 08:09
 
Eurico MirandaEurico Miranda
Foto: Paulo Fernandes / Vasco

Trabalho dobrado. Eurico Miranda evitou caça às bruxas após a derrota do Vasco para o CRB, sábado, em São Januário, pela 31ª rodada, manteve o posicionamento de não colocar em risco o futuro da comissão técnica até o fim da Série B - traduzido em silêncio -, mas não deixou de entrar em ação. O presidente teve influência direta na programação desta segunda-feira e ordenou que todo elenco e comissão técnica se apresente pela manhã para atividades em período integral - em um primeiro momento, seria apenas de tarde. Há quem aposte ainda que esta será uma rotina até o duelo com o Paraná, sábado, em Cariacica.

A decisão foi tomada ainda no sábado e transmitida ao gerente de futebol, Isaias Tinoco. Alguns atletas, no entanto, só foram informados durante a folga, na tarde de domingo, e demonstraram surpresa. Trabalhos em período integral não vinham sendo comuns em São Januário em 2016. A decisão, no entanto, não significa que Jorginho comandará treinamentos no campo de manhã e de tarde até a próxima sexta-feira, quando a delegação embarca para o Espírito Santo. A tendência é que trabalhos com bola sejam intercalados com academia e Caprres.

Apesar da programação, a diretoria trabalha para evitar alarmismo nos corredores de São Januário. Ainda com o acesso muito bem encaminhado, a preocupação está em manter a tranquilidade para as atividades da semana, mesmo com a insatisfação evidente com o desempenho da equipe na Série B. Depois da derrota para o CRB, Jorginho se mostrou sereno em entrevista coletiva e procurou amenizar o abatimento dos jogadores também no vestiário. O treinador foi o único superior a se manifestar e pediu que todos se reanimassem para as sete rodadas finais, quando o clima era de frustração.

- Ele disse para todo mundo levantar a cabeça, mas ele mesmo estava um pouco de cabeça baixa - disse um dos participantes da corrente após a derrota.

Para reapresentação desta segunda-feira, há a expectativa a respeito do comportamento de Eurico Miranda. Ele não se reúne diretamente com o elenco desde a semana do duelo com o Oeste, em São Januário, quando o time não vencia há seis partidas. Pouco após os 30 minutos do segundo tempo da derrota para o CRB, o presidente não escondeu a insatisfação com a exibição e fechou a janela de sua sala, apesar de permanecer no estádio até depois do apito final.

Com 54 pontos, o Vasco tem quatro a menos que o líder Atlético-GO e é o grande que mais perdeu na história da competição, com nove derrotas. Sábado, às 16h30 (de Brasília), o Cruz-Maltino enfrenta o Paraná Clube, no Kléber Andrade, em Cariacica, pela 32ª rodada.