Ex-Vasco e hoje no Boavista, Júlio César exalta Martín Silva

05/03/2018 às 12h07 - FUTEBOL

O lateral-esquerdo do Boavista, Júlio César, deixou o gramado do Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, revoltado com a atuação do árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro após a derrota de sua equipe por 4 a 3 para o Vasco, que deu fim à invencibilidade do Verdão de Bacaxá na Taça Rio. (Confira os melhores momentos da partida no vídeo acima). Experiente, o jogador de 35 anos desabafou logo após a saída do vestiário.

- Não é querer colocar culpa, mas acho que o juiz teve grande parcela nisso. No final do jogo, deu escanteio que não era para dar, deu falta ali no lance do último gol que, na minha opinião, também não era para dar. Parecia que ele queria que o Vasco virasse o jogo. Tivemos nossos erros também, não vamos tirar nossos corpos da frente dos erros, mas o juiz, com certeza, teve grande parcela nisso - disparou o jogador.

O lateral Júlio César fez duras críticas ao árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro (Foto: Fábio Cardoso/GloboEsporte.com)

Ao final da partida, os atletas do Boavista foram tirar satisfações com Leonardo Garcia Cavaleiro, que encerrou a partida antes de completar os cinco minutos de acréscimos assinalados anteriormente. Júlio César também fez críticas a essa atitude do árbitro.

- O banco fica muito longe aqui. Então, a gente não sabia quanto tempo faltava para acabar o jogo. Eu, ali dentro de campo, achava que ainda faltavam uns 10 minutos. Eu perguntei para o juiz e ele disse que estava com 35 minutos, para ver como ele estava mal-intencionado. Para mim ainda tinha muito jogo, quando ele terminou, eu não entendi nada. Paciência. Agora é descansar e pensar no Flamengo - concluiu.

Júlio César reclama da arbitragem: "Parece que eles querem ver o Vasco nas finais"

Apoio ao amigo Martin

Um dos lances que chamou a atenção no confronto entre Vasco e Boavista foi a falha do goleiro Martin Silva no primeiro gol do Verdão de Bacaxá, marcado por Júlio César. De acordo com o lateral, que atuou com o uruguaio no Cruz-Maltino por duas temporadas, o ex-companheiro ainda tem muito crédito com a torcida do clube carioca.

- Eu não sei (o que aconteceu), vou ter que ver na televisão. É um grande goleiro, um dos melhores do país. Teve uma infelicidade ali, mas depois se redimiu com um grande defesa no chute do Tartá no primeiro tempo mesmo. O Vasco está muito bem servido de goleiro - disse.

Jélio César atuou ao lado de Martin Silva no Vasco nos anos de 2015 e 2016 (Foto: Paulo Fernandes / Vasco)

O lateral-esquerdo também falou sobre a emoção de ter enfrentado o Vasco pela primeira vez desde que deixou o clube, em 2016.

- É diferente, bem diferente. Foi a primeira vez que joguei contra o Vasco depois de ter saído de lá. Mas acho que dei sorte, fiz um gol e dei uma assistência. Fico feliz, mas eu trocaria isso pela vitória - encerrou.

O Boavista volta a campo nesta quarta-feira, às 21h45, para encarar o Flamengo. A partida, que será realizada no Estádio da Cidadania, em Volta Redonda, terá transmissão em Tempo Real do GloboEsporte.com.

Fonte: GloboEsporte.com