Ex-Vasco, Pedrinho fala sobre aproveitamento da base

Em 18/10/2016 08:17
 
Pedrinho VascoPedrinho Vasco
Foto: Marcelo Sadio- Vasco.com.br

A apatia do Vasco no segundo semestre trouxe a crise para São Januário, em um ano que prometia ser de águas tranquilas rumo ao porto da Primeira Divisão. A tempestade deixa o mar agitado e a base de veteranos montada por Jorginho não tem sido capaz de recolocar a nau no rumo certo. A sete jogos do fim da Série B, os marujos oriundos da base aparecem como opção para levar o time são e salvo até o cais.

Ao menos um nome garantiu seu espaço: Douglas virou intocável no meio de campo. Outros, porém, ainda tentam convencer o treinador. Alan, na lateral esquerda, segue na reserva de Júlio César. Para o ex-jogador Pedrinho, formado na Colina e campeão da Libertadores em 1998, os meninos poderiam ter sido aproveitados antes.

- Alguns nomes deveriam ter sido até utilizados mais no começo do ano - destacou Pedrinho: - Seria preciso ter essa mescla para não ter o elenco tão envelhecido na temporada seguinte.

Thalles, atualmente titular, demorou para ter uma sequência no ataque ao lado de Éderson, relegando Jorge Henrique ao banco de reservas. Sorato, autor do gol do título brasileiro de 1989, acredita que o cansaço esteja fazendo a diferença.

- O desgaste está pesando, isso tem que ser avaliado. Não digo usar todas as promessas. Mas algumas, com certeza - enfatizou.