Ex-Vasco, Willen reencontra Coutinho e Neymar

28/05/2018 às 20h02 - FUTEBOL

O atacante Willen, revelado na base do Vasco, viveu reencontros neste final de semana. O jogador visitou à seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis, antes do embarque dos comandados do técnico Tite para a Europa e teve a chance de rever dois velhos conhecidos: Neymar e Philippe Coutinho.

O jogador, que estava no Hajer Club, da Arábia Saudita, atuou ao lado da dupla no Mundial Sub-17 em 2009, quando o Brasil acabou eliminado na primeira fase da competição realizada na Nigéria.

"Eu não via o Neymar há bastante tempo, acho que uns nove anos. Foi muito legal o reencontro. Tinha bastante tempo que eu não encontrava ele e nós conversamos um pouco. Mas eu conversei mais com o Coutinho e deu para colocar o papo em dia", disse.
A amizade de Willen e Coutinho, aliás, não vem apenas desde aquele Mundial Sub-17. Ambos foram formados juntos na base do Vasco e estrearam, inclusive, no mesmo dia pelos profissionais do Cruz-Maltino - foi em 2009, no empate sem gols com o Duque de Caxias, pela Série B.

Eles, no entanto, seguiram caminhos distintos. Enquanto Coutinho tem brilhado na Europa, Willen faz uma trajetória mais modesta e tem rodado por clubes como Avaí, Portuguesa-SP, Bangu, além do futebol tailandês.

- O Coutinho eu vejo mais vezes, quando ele vem para o Brasil a gente sempre tenta se ver. A gente se fala mais por telefone, nossas férias não estavam batendo. Mas, graças a Deus, conseguimos nos ver antes desse campeonato importantíssimo. É bom estar com os amigos, com os familiares - afirmou Willen, que deixou o apoio a Coutinho e Neymar no Mundial da Rússia.

- São os dois principais jogadores do Brasil hoje. Desde aquela época, eu não tinha dúvidas de que isso aconteceria. Fico feliz por eles, por terem virado realidade. Passei uma mensagem de apoio quando nos vimos. Estão todos confiantes no título.

Conselhos a Carille
Willen, de 26 anos, está desde 2016 no exterior. Após passagem pelo Songkhla United e Prachuap FC, da Tailândia, o atacante chegou no início deste ano ao futebol da Arábia Saudita, país onde o ex-técnico do Corinthians, Fábio Carille, irá trabalhar após ser seduzido por uma oferta milionária do Al-Wehda.

O atacante disputou a reta final da Segunda Divisão pelo Hajer Club e, apesar do pouco tempo no país, acredita que o treinador campeão brasileiro em 2017 terá dificuldades para se adaptar por lá.

"Tomara que ele consiga se adaptar lá. É um país muito difícil, ainda mais para quem tem esposa, filhos. É meio complicado. Um país de muitas regras e alguns problemas também", afirmou.
Sem conseguir se adaptar totalmente ao país, Willen afirmou que está de saída do futebol árabe e deverá definir o destino em breve.

- Para lá eu não volto, não. Por enquanto está em aberto, há possibilidade de voltar para o mercado europeu. Estamos aguardando algumas coisas, vamos ver se vai dar certo - encerrou o atacante.

Fonte: GloboEsporte.com