Finanças, Patrocínio... As promessas longe de serem cumpridas por Eurico

03/11/2017 às 08h15 - FUTEBOL

De 2014 até o fim do primeiro mandato, Eurico Miranda deu afirmações, assumiu compromissos e fez promessas como presidente do Vasco. Veja abaixo quais foram as que estão longe de serem cumpridas pelo presidente e receberam os selos "Ainda Falta" ou "Até Agora, Nada", além da explicação para considerarmos cada uma das frases nessas categorias.

Ainda Falta

FINANÇAS

O que Eurico prometeu?

05/08/14 - Eu me sinto em condições de resgatar o Vasco e, se não solucionar, pelo menos minimizar toda essa quantidade de problemas que está enfrentando.

06/11/14 - O problema das dívidas do Vasco: tem que se equacionar as dívidas do Vasco. Isso tem que ser feito e vai ser feito.

12/11/14 - Então, tem de deixar o Vasco, primeiramente, adimplente.

O que aconteceu?

Eurico diminuiu as dívidas totais do Vasco em 7,63%, o equivalente a R$ 35 milhões (de R$ 459 mi para R$ 424 mi). Porém, essa redução poderia ter sido ainda maior caso o clube não tivesse adquirido dívididas bancárias para fechar as contas em 2016. A maior redução realizada pelo presidente cruz-maltino foi na dívida com impostos.

Ele diminuiu esse valor em R$ 53 milhões (de R$ 280 mi para R$ 227 mi). Parte dela realmente é pagamento e outra é equalização do Profut, ou seja, perdão de juros e correção monetária das dívidas que estavam em discussão.

Para entender melhor a questão financeira do Vasco, o GloboEsporte.com consultou o superintendente de crédito do Itaú BBA, Cesar Grafietti, que realiza um estudo com 27 clubes brasileiros. De acordo com o analista, efetivamente houve uma diminuição da dívida do Cruz-Maltino, mas é preciso atenção.

- As dívidas caíram? Sim, elas caíram no todo. As dívidas de imposto caem em boa parte por causa do Profut, mas tem uma ressalva: a dívida bancária subiu e isso, de fato, tem que tomar muito cuidado porque é a dívida mais cara e que mais pressiona o clube por ser de curto prazo.

Durante seu mandato, Eurico aderiu ao Profut porque era muito vantajoso para o clube. Além disso, o presidente vascaíno honrou com os pagamentos do Ato Trabalhista, que foi um acordo realizado antes de sua gestão. Do ponto de vista prático, segundo Grafietti, Eurico deu prosseguimento ao que vinha sendo feito em relação a pagamento de dívidas.

Também é possível dizer que o presidente realizou certa política de austeridade, mesmo sem nenhum ato heroico. Ele poderia ter gasto muito mais do que efetivamente gastou. Eurico manteve relativamente controladas as despesas e os custos operacionais do clube, o que é positivo, já que poderia ser mais agressivo, mas optou por equacionar os gastos.

Levando em consideração os balanços de 2015 e 2016, o presidente vascaíno deixa o clube em um cenário ligeiramente melhor no aspecto financeiro. Porém, ainda é uma situação delicada e que precisa de cuidados. Não dá para realizar grandes investimentos ou dar um salto de qualidade muito alto de uma hora para outra.

Vale lembrar que o estudo se baseia no balanço financeiro que os clubes divulgam no primeiro semestre do ano, cabendo às instituições a veracidade das informações.

O que diz o presidente?

- Eu reduzi a dívida do Vasco em R$ 200 milhões. Eu recebi com R$ 700 e tantos milhões (de dívida) e está com R$ 500 mi. Eu tenho minha dívida real e a dívida que eu recebi. Entre a dívida que eu recebi e a dívida que tem hoje foram reduzidos R$ 200 mi. Eu espero tentar reduzir mais.

- Eu não sei se considero o Profut como parte desses R$ 200 mi ou não. Eu só posso dizer o seguinte: o Profut veio não como algo a beneficiar o Vasco, mas a todos nesse sentido. Só isso. Na verdade, quando eu assumi eu tinha que pagar R$ 700 mi e se hoje eu tenho que pagar R$ 500 e tanto, eu reduzi em R$ 200 milhões. Agora, como foi, de que maneira foi e etc., isso é outro detalhe.

Segundo Grafietti, a diferença tão grande entre o número divulgado pelo Itaú e o afirmado por Eurico Miranda pode ser causado por uma soma do Passivo Circulante com Exigível de Longo Prazo, que saiu de R$ 688 mi para R$ 550 mi.

De acordo com o analista, se for essa conta feita pelo preidente, ela não está errada, mas caiu em desuso porque existem formas mais modernas de analisar dívidas considerando os passivos que realmente podem "quebrar" uma empresa. Ao usar tudo, em que boa parte não impacta o caixa, pode se incorrer em erros.

No fim do ano passado, Eurico demonstrou os valores pagos em uma coletiva de imprensa. Os números são os seguintes:

R$ 29.423.600,00 - Acordos Judiciais;

R$ 21.026.014,00 - Multas à Fifa;

R$ 20.493.040,00 - Bancos;

R$ 19.600.000,00 - Ações Trabalhistas;

R$ 18.548.184,00 - Impostos e Três Meses de Salários Atrasados

R$ 15.459.828,00 - Entidades;

R$ 13.046.404,00 - Acordos Trabalhistas;

R$ 11.367.687,00 - Acordos Anteriores;

R$ 7.242.260,00 - Acordos Cíveis Extrajudiciais;

R$ 3.549.061,00 - Profut;

R$ 2.945.739,00 - Depósito em Juízo;

===========================================================

PATROCÍNIO

O que Eurico prometeu?

06/01/15 - Na reunião comentei o seguinte: a nossa obrigação é buscar equiparar e até superar o Flamengo.

O que aconteceu?

Como mostra a matéria, o Vasco recebe R$ 12 milhões por seus contratos de patrocínio, enquanto o Flamengo ganha R$ 60 mi. Para efeitos de comparação, o Flamengo ganha R$ 25 mi anuais com a Caixa, enquanto o Vasco recebe R$ 11 mi por nove meses. A TIM paga ao Rubro-Negro R$ 4 mi e R$ 1 mi ao Cruz-Maltino.

O que diz o presidente?

- Quando eu saí do Vasco, nenhum clube recebia mais da televisão do que a gente. Cinco recebiam igual: Vasco, Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Corinthians. Aí passaram a fazer negociações individuais. Eles (gestão anterior) acharam uma beleza e aceitaram o valor que eu não vou entrar em detalhes. Aí foram para o Flamengo e deram o dobro, para o Corinthians, o triplo, sei lá.

- Eles chegaram para mim, por exemplo, me chamavam para fazer uma negociação e me diziam que dariam R$ 500 mi para o Vasco. Eu dizia “tá bom, e daí? Quanto é que vai ganhar o Flamengo?” Se eles dissessem que não interessava, eu falava que não assino. Os que estavam aqui e eram "técnicos" acharam que aquilo era bom e aí foi uma coisa progressiva que leva aos patrocínios.

- A primeira coisa que eu fiz quando entrei foi mudar isso. De 2019 para frente, mudou. Não vai ter essa distância. A diferença está rigorosamente, e em linguagem muito simples, aí. As negociações comigo são feitas de outra maneira. Foram negociar comigo 2019. Eu perguntei quanto queriam me pagar. Eu disse que não iria discutir. Se me perguntassem o que eu quero, coloco o valor lá em cima. Mas a única coisa que eu quero, e assino de olho fechado, é que nenhum clube, nenhum, vai receber mais de luvas do que o Vasco. Se estiver fechado assim, eu assino.

Camisa do Vasco tem o patrocínio master da Caixa e da Tim dentro dos números (Foto: Reprodução)

VASCO NAS CABEÇAS

O que Eurico prometeu?

20/12/16 - O Vasco vai brigar nas cabeças, com certeza

17/01/17 - O Vasco está montando um time para ir para as cabeças. E vai para as cabeças.

O que aconteceu?

Não dá para considerar que o Vasco esteve "nas cabeças" neste ano. O clube não chegou na final do Campeonato Carioca, caiu na terceira fase da Copa do Brasil e a melhor colocação no Brasileirão até aqui foi a sexta posição, nas rodadas 8, 10 e 11.

===========================================================

Até Agora, Nada

CT

O que Eurico prometeu?

06/11/14 - Vamos construir um CT com certeza.

O que aconteceu?

Até a publicação desta reportagem o Vasco não havia mostrado nenhum movimento sobre a construção de um Centro de Treinamento próprio, que não fosse São Januário. Porém, a gestão de Eurico inaugurou o campo anexo em São Januário, de tamanho oficial e que é bastante utilizado pelos jogadores, o que também dá uma recuperação maior ao gramado principal.

O que diz o presidente?

- Eu não disse que iríamos construir um CT com certeza amanhã. Mas que vai ter um CT, vai. Primeiro eu tive que acabar de pagar - e que eles (gestão anterior) fizeram - mais de R$ 10 mi para um CT que eu tinha pronto, que era o Vasco-Barra. Eu que paguei. Tive que fazer acordo para pagar. Tudo parte do ponto em que você tem que fazer dentro da sua realidade. Vamos construir? Vamos construir, com certeza. Mas enquanto isso estamos aqui com o nosso CT em São Januário.

São Januário é utilizado como estádio e Centro de Treinamento do Vasco (Foto: André Durão)

ESPORTES OLÍMPICOS

O que Eurico prometeu?

05/08/14 - Vasco tinha a hegemonia no remo, vai voltar a ter.

O que aconteceu?

O Vasco ainda não voltou a ter hegemonia no remo. Desde 2015 o clube não foi campeão estadual nos três anos que disputou com Eurico na presidência e também não foi vencedor no Campeonato Brasileiro. Porém, segundo a diretora do departamento de remo, Gracilia Portela, há uma explicação.

Depois de dois anos, o Vasco reduziu de 85 para cerca de 30 atletas no esporte e ainda assim conseguiu ficar na segunda colocação no Estadual, com 10 pontos na frente do Flamengo, que possuía 70 atletas e um técnico francês. Além do desempenho, a diretora disse à reportagem que a redução do orçamento foi em torno de 60%

- O custo era muito maior e as condições que a gente tinha eram muito piores. Alojamento horroroso, pouca qualidade na comida, pouco material para os barcos e barcos velhos. Hoje, a gente aplicou uma metodologia nova.

===========================================================

LUIS FABIANO

O que Eurico prometeu?

20/02/17 - Ele vai ser o carrasco do Flamengo. Ponto

O que aconteceu?

No ano, o Vasco jogou cinco partidas contra o Flamengo, com um retrospecto de duas derrotas e três empates. O atacante atuou em um empate e uma derrota, sem marcar nenhum gol e recebendo dois cartões amarelos e um vermelho. A expulsão, inclusive, foi quando deu uma "barrigada" em Luis Antônio Silva dos Santos, árbitro da partida.

Fonte: GloboEsporte.com