Fox Sports e SporTV dividirão transmissão da Libertadores e Copa do Brasil

29/01/2018 às 08h18 - FUTEBOL

Fox Sports e SporTV acertaram um acordo de divisão de transmissões de Copa Libertadores e Copa do Brasil a partir deste ano.

O contrato é válido por cinco temporadas e prevê que cada canal terá o direito a até 50% de jogos exclusivos. Esse formato será seguido até a semifinal de ambas as competições, com escolhas alternadas do primeiro jogo entre SporTV e Fox Sports. A princípio, os canais compartilhariam apenas a transmissão das finais de Libertadores e Copa do Brasil.

“O aumento da parceria da Copa do Brasil vem coroar o ótimo momento que o Fox Sports vive.  Desde 2012 não paramos de crescer e nos consolidamos como o segundo canal esportivo mais assistido e com multiplicidade de opções na grade”, afirmou Eduardo Zebini, SVP & CCO do Fox Sports Brasil.

“Contar com a sinergia do público com uma cobertura diferenciada e com o DNA do Fox Sports durante toda a competição nos tornará imprescindíveis para os fãs do esporte”, acrescentou o executivo.

Os direitos da Copa do Brasil pertencem à Globosat, grupo do qual o SporTV faz parte, até 2022 e o sublicenciou para o Fox Sports até 2021. Já o Fox Sports possui os direitos da Copa Libertadores e o sublicenciou à emissora concorrente.

No ano passado, o Grupo Globo renovou contrato com a CBF pelos direitos de transmissão da Copa do Brasil. O novo acordo é válido para todas as mídias (aberta, fechada e internet) e tem validade de 2018 a 2022. Pelo privilégio, a empresa irá pagar R$ 300 milhões ao ano.

Na prática, a emissora norte-americana cedeu os direitos de uma competição de nível técnico mais elevado. Em compensação, ganhou uma atração na qual todos os clubes grandes do país estão envolvidos e com potencial maior de audiência.

O acerto entre SporTV e Fox Sports foi costurado após a desistência da ESPN de permanecer no pool de transmissão da Copa do Brasil. Na quarta-feira, o canal divulgou nota oficial desistindo oficialmente do torneio.

“ Por questões estratégicas, a ESPN optou por não transmitir a Copa do Brasil em 2017. O canal reforça seu posicionamento de entregar ao fã do esporte a mais ampla variedade na programação esportiva, com transmissões das principais ligas americanas, o melhor do futebol internacional, tênis e esportes radicais. Referência pela credibilidade de seu jornalismo, a ESPN segue investindo na apuração e análises das mais diversas modalidades esportivas”, informou o canal fechado.

Fonte: Máquina do Esporte