Goleiro do Corinthians, Cássio revela que quase foi para o Vasco

01/11/2017 às 09h10 - FUTEBOL

Um dos maiores destaques do Corinthians na atual temporada, o goleiro Cássio foi o entrevistado do programa “No Ar com André Henning”, do Esporte Interativo, e, entre diversos assuntos abordados, revelou que quase acertou com o Vasco antes de fechar com o Corinthians e que foi proibido de anunciar o acerto com o Timão.

O jogador lembrou de sua passagem pela Holanda, onde ficou por cinco anos, contratado pelo PSV Eindhoven, após se destacar atuando na base do Grêmio.

“Peguei uma época lá que não é normal. O clube mudou muito de treinador. Peguei uns quatro treinadores lá. Então teve uma vez que quase fui para o Vasco, quando o Vasco havia sido rebaixado [em 2008]. Estava tudo certo para eu ir, mas o PSV não me liberou. Aí acabei sendo emprestado para um outro clube da Holanda, o Sparta Rotterdam“, disse Cássio.

O acerto com o Corinthians aconteceu somente no final de 2011, quando o clube disputava o título do Campeonato Brasileiro. Por isso, Cássio foi proibido de anunciar seu acerto com o clube paulista.

“No meu último ano de contrato [na Holanda], chegou um novo goleiro. No dia em que acabou a janela de transferências daquele ano, o diretor foi um pouco sacana comigo e falou: ‘Se você quiser sair, pode ir de graça’. E eu falei: ‘Mas agora? Eu vou jogar onde?’” explicou o camisa 12 do Corinthians.

“Pedi uma semana para vir ao Brasil para conversar com meu empresário e tentar definir minha situação. Eles me liberaram. […] Conversei com o Carlos Leite, que ainda é meu empresário até hoje, e ele me pediu para voltar para a Holanda para pegar minhas coisas, que já estava acertando com um time, mas não revelou o clube“, continuou Cássio.

“Aí a gente acertou a rescisão com o PSV e quando eu estava voltando para o Brasil, no aeroporto, ele me falou: ‘Você vai vir para o Corinthians. Vai assinar um pré-contrato. Só não pode vazar nada. Se vazar, melou. Se cair alguma coisa na imprensa, o contrato é rescindido’. Isso era setembro“, disse.

“O Corinthians estava brigando pelo título em 2011. Imagina o goleiro titular [Júlio César] jogando e sai alguma coisa [sobre a contratação]. Eles não queriam que nada atrapalhasse“, finalizou o jogador corintiano.

Aposta

De acordo com Cássio, sua ida para o Timão foi uma tentativa que deu certo do ex-presidente Andrés Sanches.

“Foi o meu empresário que me ofereceu ao Corinthians. Acho que foi mais uma aposta do Andrés. Quando fui apresentado, ele foi muito criticado“, completou Cássio, que hoje é titular absoluto do Timão e já tem 307 jogos nos seis anos de clube.

O goleiro tem contrato com o Alvinegro do Parque São Jorge até dezembro de 2019, mas já negocia sua renovação e não pensa mais em voltar para a Europa.

Fonte: Torcedores.com