Grupo de Fernando Horta pede impugnação de chapa de Eurico Miranda

22/11/2017 às 13h11 - POLÍTICA

O grupo político encabeçado por Fernando Horta, José Luis Moreira e Otto de Carvalho Júnior protocolou nesta quarta-feira, no Vasco, pedido de impugnação da chapa de Eurico Miranda, que concorreu à eleição do clube no último dia 7. Foram apontadas irregularidades na composição dos candidatos a cadeiras no Conselho Deliberativo, que estariam ferindo o estatuto do Cruz-maltino.

De acordo com o pedido de impugnação, assinado por Fernando Horta, José Luis Moreira e Jorge Luiz das Neves Morais, há na lista de sócios candidatos da chapa de Eurico nomes de associados duplicados, sócios sem condição estatutária de ser eleito para o Conselho Deliberativo e sócios com erros cadastrais.

Somando os problemas, a chapa de Eurico Miranda teria apenas 145 nomes para compor o Conselho, sendo que os concorrentes à eleição do Vasco precisam apresentar 160 nomes, 120 titulares e 40 suplentes. Isso, de acordo com a oposição, já seria suficiente para impugnar a chapa da situação.

No pedido de impugnação, feito ao presidente da Assembleia Geral do Vasco, Itamar Ribeiro de Carvalho, o grupo de Horta ainda solicita que sua chapa, "Mudança com Segurança", terceiro lugar na eleição, seja nomeada em ata segunda colocada na eleição do dia 7. Com isso, teria direito a 20 cadeiras no Conselho Deliberativo.

Cabe agora Itamar Ribeiro de Carvalho e o presidente do Vasco, Eurico Miranda, se pronunciarem a respeito. Por conta da eleição do dia 7, o clube tenta reverter decisão judicial que suspendeu a urna sob suspeita e, consequentemente, deu vitória no pleito para a chapa de Julio Brant. Paralelamente, o clube trava disputa na Justiça pelo banco de dados financeiros do Vasco, atualmente apreendido.

Fonte: Extra