Indiciado por fraude, diretor de informática de Eurico continua no Vasco

06/04/2018 às 09h51 - CLUBE

Diferentemente do que vem sendo publicado pela imprensa, Sérgio Murilo Paranhos, diretor do Vasco indiciado por estelionato e falsidade ideológica não foi demitido. Ele continua trabalhando no mesmo departamento que trabalhou quando a fraude foi arquitetada.

Contratado por Eurico Miranda, ele não pôde ser demitido pela nova gestão, de Alexandre Campello, por ser sindicalizado e ter estabilidade garantida. O blog apurou que Sérgio, no entanto, não foi afastado de suas funções no departamento onde teriam acontecido parte das fraudes investigadas.  

Contratado durante a gestão de Eurico Miranda e, segundo as investigações, ele foi um dos responsáveis pela adulteração das datas de associação de pelo menos 335 sócios do Vasco, para que eles estivessem aptos a votar nas eleições ocorridas no fim do ano passado. 

O resultado das investigações foi revelado pela TV Globo na última quinta-feira. Segundo a reportagem, as fraudes foram identificadas na perícia do Instituto de Criminalística da Polícia Civil em HD apreendido no clube. O indiciamento ainda será analisado pelo Ministério Público. 

Fonte: Blog da jornalista Gabriela Moreira - ESPN