Integrante do Dívida Zero discorre sobre momento da campanha

11/11/2013 às 22h56 - CLUBE

O programa Só dá Vasco recebeu na noite desta segunda-feira (11/11) Guilherme Venâncio, um dos integrantes do projeto 'Dívida Zero'. Na oportunidade, um dos idealizados do projeto que visa ajudar o Vasco da Gama a pagar as dívidas com Receita Federal discorreu sobre os seguintes assuntos:

Pagamento das dívidas e número de inscrições

"Nós estamos hoje no valor 775 mil de arrecadação em 6 meses de campanha. Estamos com quase 15 mil torcedores cadastrados no site e quitamos 8 dividas do Vasco com a procuradoria geral da Fazendo. A campanha começou bem, com picos de arrecadação alto e ela veio diminuindo de acordo com o desempenho do time. O torcedor ficou chateado e preocupado e a campanha começou a diminuir a arrecadação. Como ela é feita por torcedores que não tem nenhum aporte financeiro de empresa, a nossa divulgação depende muito de panfletagem e fazemos uma campanha boca a boca. Estamos procurando um contato com o Vasco para ajudarem na questão de divulgação. Estamos conseguindo uma divulgação maior. O Vasco colocou um link no site oficial do clube e no jogo contra o Santos, o time utilizou a marca da campanha e isso ajudou muito. O clube precisa da ajuda do torcedor vascaíno. Não estamos ligados a nenhum político, na verdade, queremos trazer benefícios para o Vasco. Como o pagamento é feito através de DARF, então o dinheiro não passa na mão de ninguém e pagamos diretamente nas dividas que devemos". 

Acordo com a receita

"Nós temos, dentro da receita federação, alguns grupos de dividas. O Vasco tem um acordo com a refeita federal que foi o pagamento de algumas dívidas e temos um outro grupo de dívidas que foram colocadas na time mania. Depois disso tudo, apareceram novas dívidas do Vasco, que somaram quase 100 milhões de reais, que é fruto desse novo acordo que o clube fez com a receita. Hoje, a campanha ela está direcionada as dívidas e aos pagamentos que estão nesse acordo que foram feitos atualmente". 

"Nós estamos direcionado para a inscrição de dividas ativas que estão inscritas ainda lá no Vasco, que integram o acordo. Não estamos pagando a parcela do acordo. O Vasco pagou duas parcelas importantes e hoje a dívida, diminuiu para 4 milhões, era 5. Temos 23 inscrições de dividas e no final das contas, vamos estar diminuindo as parcelas futuras do Vasco".

Apoio oficial do clube

"Nós estamos em conversas diretas com a diretoria, onde queremos utilizar essas divulgações. Colocar o site na divulgação do site oficial já foi algo importante. Queremos que a campanha esteja em todos os meios que o Vasco possui. O vascaíno pagando as dívidas no DARF estará diminuindo as parcelas que o clube paga para a receita. E isso que estamos ajudando. SE a gente pagar as dívidas que estamos pagando, as parcelas que aumentaram ano a ano, serão amortizadas e sobrará até um dinheiro para o clube investir em coisas importantes. Tudo que o torcedor cobra, mas que a gente não fizer alguma coisa, vamos deixar o clube muito apertado financeiramente".

Vasco Divida Zero no Brasil

"Nós aqui no Rio temos algumas faixas e temos conseguido colocar as faixas de frente pra câmera, mas o consórcio dificulta bastante. No jogo contra o Goiás, colocamos 30 minutos, mas teve que retirar. E no jogo contra o Santos, ficamos juntamente com o pessoal das torcidas organizadas. Nos dias de jogos, fazemos essa panfletagem para informar ao vascaíno. Nesse jogo contra o Santos, tivemos cerca de 2 mil panfletos sendo divulgados. Temos feito isso e temos embaixadores do Vasco Dívida Zero espalhados por todo o Brasil. Temos um pessoal nos ajudando no Rio Grande do Norte, no Ceará... Nos dias de jogos do Vasco, eles vão lá e distribuem todos esses panfletos. O nordeste deu uma crescida muito grande na área de contribuições devido a toda essa confiabilidade. Com relação ao cadastro, é tudo bem simples. Logo ao entrar no site, tem um botão de “Novo Cadastro” e depois pagar o DARF e ajudar o clube".

Fonte: SÓ DÁ VASCO