Pesquisa indica vitória de Brant e Campello em caso de união confirmada

30/10/2017 às 18h22 - POLÍTICA

O instituto de pesquisa científica GPP, de Niterói, sob o pedido da chapa Sempre Vasco, fez uma pesquisa, de 25 a 28 de outubro, sobre as eleições do Vasco em 2017. Nela, o candidato de situação, Eurico Miranda (Reconstruindo o Vasco), aparece à frente com 31,7% das intenções de voto, seguido por Julio Brant (Sempre Vasco), com 23,9%, Fernando Horta (Mudança com segurança), com 14,9%, e Alexandre Campello (Frente Vasco Livre), com 13,7%. Indecisos ou que não responderam somam 15,8%. Confira:

Como a pesquisa foi feita? 

 A pesquisa é do tipo quantitativa, feita por telefone com aplicação de questionário. Só foram entrevistados sócios que pretendem votar. Os dados foram ponderados. Em contato com a reportagem do Esporte Interativo, Francisco Guimarães, um dos responsáveis pelo estudo, explicou o método.​

"Nós só levamos em consideração os sócios que entrevistamos e disseram que iriam votar no dia. Uma pesquisa anterior já havia sido feita e, na atual, apenas o Julio Brant teve um crescimento. 90% dos que haviam respondido que iriam votar no Julio, continuaram, além de ter tido o crescimento. A mesma coisa aconteceu com Eurico Miranda e Campello. Porém, com o Horta, só 72,5% responderam que vão manter o voto nele. Isso mostra o porquê dele ter caído nas pesquisas. A pesquisa mede muito mais a tendência do que a intenção de voto em si. Trabalhamos com uma margem de erro de cerca de 4%". 

PESQUISA ANTERIOR, REALIZADA ENTRE 7 E 10 DE OUTUBRO:

Eurico Miranda: 33,5%

Julio Brant: 19,9% 

Fernando Horta: 17% 

Alexandre Campello: 13,8% 

Indecisos: 15,8%

UNIÃO POSSIBILITA VITÓRIA DA OPOSIÇÃO

Nesta segunda-feira (30), a partir das 19h (de Brasília), um evento do candidato Alexandre Campello acontecerá e, nele, será anunciada a união entre as chapas Frente Vasco Livre, do mesmo, e Sempre Vasco, de Julio Brant.

Desta forma, segundo a pesquisa, essa união possibilitaria a vitória da oposição, já que, somando os votos de Brant, que virá como presidente, e Campello, que será o primeiro vice, a nova chapa chegaria a 37,6% das intenções de voto, superando Eurico Miranda, candidato de situação.  O pesquisador Francisco Guimarães destrinchou essa constatação e afirmou que, se fosse para apostar em alguém, colocaria suas fichas em Julio Brant, explicando o porquê. 

"Olha, eu acho bem provável que, com a união, o Julio vença. Se fosse para apostar, eu apostaria no Julio. Para você entender: na pesquisa, perguntamos também se as pessoas indecisas preferem a continuação da gestão atual ou uma nova gestão com a oposição. Dos 15,8% indecisos, 51% optaram por uma nova gestão e apenas 7% quiseram a continuação. Os outros 42% não quiseram opinar. Mas isso mostra que o teto da oposição é muito maior do que o do Eurico". 

O Instituto GPP, de Niterói, no Rio de Janeiro, atua no Brasil inteiro. Inclusive, já fez esse tipo de pesquisa para eleições em clubes como Flamengo e Corinthians. Faltando apenas sete dias para as eleições no Vasco - que acontece no dia 7 de novembro -, o cenário começa a mudar, de acordo com os dados apresentados. Enquanto antes Eurico Miranda parecia soberano e sem ameaças, a união entre as chapas faz a oposição acreditar em uma vitória. 

Fernando Horta, da "Mudança com Segurança", já se juntou a Otto de Carvalho, que era da "Ao Vasco Tudo". Conversas entre Horta e Brant aconteceram, mas a união não se concretizou. Agora, o presidente da Unidos da Tijuca se vê com menos intenção de votos e uma pressão da outra parte da oposição para que ele retire a candidatura já vem existindo. Entretanto, é bem provável que não aconteça.

Foto: Lucas Pedrosa/EIEleição
Eleição

Fonte: Esporte Interativo