Jogando mal, Vasco foi "salvo" por Nenê e Martín Silva

Em 09/10/2016 07:51
 

O Vasco voltou a vencer na Série B. Os três pontos, porém, não mascaram mais uma atuação ruim da equipe cruz-maltina, que sofreu pressão do Londrina em boa parte do triunfo por 1 a 0. O que mudou em relação às outras partidas na competição em que o time de Jorginho foi derrotado? Seus principais jogadores voltaram a ser decisivos: Nenê, embora discreto, cobrou a falta que resultou no gol contra de Germano, e Martín Silva brilhou ao parar o ataque rival com pelo menos 10 intervenções importantes.

Pressionado, Jorginho voltou a mudar o time. Tirou Yago Pikachu e Junior Dutra, colocou Madson e William. Na prática, porém, houve pouca evolução. O Londrina, desde o início, era a equipe melhor organizada: trocava passes, chegava com frequência e ameaçava o gol de Martín. Ao Vasco, restava articular algo pela esquerda com Alan ou esperar de Nenê um lance individual. 

O camisa 10 não foi sublime, mas decidiu. Foi em sua cobrança de falta que Germano desviou a bola para o gol, no lance que definiu a vitória do Vasco. Depois disso, Nenê apareceu, buscou jogo, mas foi pouco efetivo. Mesmo assim, dos seus pés, a equipe teve outros dois lances de perigo.

Eficiência, por outro lado, sobrou para Martín Silva. O uruguaio havia falhado contra o Paysandu, mas provou por que tem tanto crédito no Vasco. No segundo tempo, especialmente, quando o Londrina tomou conta da partida e empilhou chances, o goleiro esteve seguro em todos os lances. Se não fez uma defesa plástica, apareceu repetidamente bem para segurar o adversário.

- O potencial existe, sabemos que as coisas não estavam acontecendo, então tem que dar um pouco mais. Estamos cientes disso e vamos dar tudo até o fim. (A defesa) foi melhor. Tem que melhorar. O Londrina criou muitas chances. Temos que continuar trabalhando nos erros - analisou o Martín após o jogo. 

Em muitos jogos desta Série B, o Vasco não foi brilhante, mas contou com brilhos individuais para vencer. Nenê, em sua melhor fase, ganhou jogos para o Cruz-Maltino em cobranças de falta, passes ou finalizações. Do mesmo jeito, Martín evitou resultados piores com suas defesas. Diante do Londrina, isso voltou a acontecer, e é o que explica a vitória numa partida pobre dos cariocas.

Enquanto tiver seus “super-heróis” ativos, o Vasco não deve ter maiores problemas para ganhar alguns jogos e conseguir o acesso. Mas é preciso achar meios para evitar esta dependência e fazer com que o time cresça coletivamente. 

A equipe carioca está na vice-liderança da Série B, com 54 pontos. O Atlético-GO é o primeiro, com um ponto a mais. O quinto colocado é o Londrina, com 48 pontos.

Fonte: Site oficial do Vasco