Jornalista faz alerta para o Vasco: 'É bom abrir o olho'

Em 05/10/2016 08:16
 
Vasco x PaysanduVasco x Paysandu
Foto: Flickr Vasco

Depois de 28 rodadas como líder da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco vai dormir a 29ª rodada na segunda colocação. A vitória do agora líder Atlético-GO e a derrota do time carioca para o Paysandu, por 3 a 1, nesta última terça-feira, ascendem um alerta ainda maior para o time de Jorginho. O comentarista André Loffredo lembrou a proximidade dos rivais fora da zona de acesso e o rendimento irregular do Vasco ao longo de toda a Série B.

- Os seis primeiros vão se enfrentar na próxima rodada. Se o Vasco for derrotado mais uma vez, não é só a liderança que vai ficar em jogo, vai começar a complicar até o acesso. São seis pontos de diferença, e se for derrotado pode ficar três pontos de diferença na próxima rodada, e ainda faltando oito jogos. É bom abrir o olho. Durante o campeonato inteiro o Vasco não jogou um grande futebol, variou bastante, hoje fez um primeiro tempo mediano e um segundo tempo bem ruim, é um time muito irregular, não só nos jogos como em toda a competição. É preocupante.

Na 30ª rodada, o Vasco enfrenta o Londrina, quarto colocado. O agora líder Atlético-GO joga com o Avaí, terceiro na classificação. E o quinto colocado Náutico duela com o Brasil de Pelotas, sexto.

Loffredo destacou o bom primeiro tempo do Vasco no Mangueirão, na última noite, quando saiu na frente no placar com um belo gol de Éderson, aos 14 minutos. O atacante recebeu um cruzamento de Madson e acertou um lindo voleio para abrir o placar.

- O primeiro tempo do Vasco foi bem seguro, o time estava jogando direitinho, defensivamente muito bem com o Jomar e o Luan tomando conta do Leandro Cearense (...). O Vasco teve poucas oportunidades, mas jogou certinho, estava bem colocado em campo, defensivamente seguro, na linha de meio-campo na parte da marcação também não teve problema. Não tinha muita criatividade, teve o gol, mas não fez tanto para sair mais vencedor que 1 a 0.

Mas o cenário mudou no segundo tempo. Com três minutos, Tiago Luis bateu falta de longe, Martín Silva não segurou, e Gilvan completou para o gol para empatar o jogo. Aos 18 minutos, o lance crucial que marcou a virada do Papão no Mangueirão.

- No começo do segundo tempo, o Paysandu voltou com outra disposição, se aproveitou da falha do Martin Silva. Não é também um lance muito fácil, mas um goleiro do nível do Martin Silva a gente espera que não rebata essa bola para frente. Diminuiu o Paysandu e o Vasco teve uma chance logo em seguida, poderia ter feito o 2 a 1, e aí vem o grande momento da partida, a entrada do Bruno Veiga. No primeiro toque dele na bola (acontece) o 2 a 1 do Paysandu, numa boa jogada do Leandro Cearense pelo lado esquerdo do ataque. O time do Vasco completamente distraído nesse lance, não percebeu a substituição e acabou sofrendo o gol. Principalmente falha do Julio Cesar e do Jorge Henrique, que havia entrado para fazer a colaboração pelo lado esquerdo.

O Paysandu ainda marcou o terceiro gol com João Lucas, aos 43 minutos da etapa final. Antes disso, aos 27, o Vasco poderia ter empatado com Éderson, mas o gol foi anulado, erroneamente, segundo Loffredo.

- Dá para o Vasco reclamar um pouquinho da arbitragem, teve um gol mal anulado. O Éderson estava atrás da linha da bola, está em posição legal. E aí o Paysandu, com o Vasco escancarado - o Jorginho tinha deixado quatro atacantes em campo e sem nenhum volante -, acabou com o João Lucas fazendo o terceiro gol e vencendo por 3 a 1. Grande vitória para um time que se empolgou com a força da sua torcida, mais de 30 mil pessoas fazendo o estádio tremer, literalmente.

O Vasco volta a jogar no próximo sábado, na Arena da Amazônia, contra o Londrina, às 18h30. No mesmo dia, mas às 16h, o Paysandu visita o Joinville. O Papão, com 38 pontos, é hoje o 13° colocado na Série B.