Julio Brant critica 'choro' de Eurico

12/01/2018 às 11h49 - FUTEBOL

" A 10 dias de um jogo da Libertadores. Este é o nível. No nosso ato não vai ter choro, como o presidente fez. O atual presidente era presidente de um poder diante da caótica gestão do Roberto (Dinamite). Então, ele não pode alegar o que alegou. Ele faz parte da herança" #gevas

Fonte: Twitter do jornalista Bruno Giufrida - GE