Julio Brant viaja para o exterior em busca de recursos para o Vasco

11/01/2018 às 08h24 - FUTEBOL

A chapa 'Sempre Vasco', de Julio Brant, confiante que vai assumir a presidência do Vasco na próxima quinzena de janeiro, após todo o imbróglio das eleições 2017 no clube, começa a se movimentar. Conforme apurou a reportagem do Esporte Interativo, Roberto Monteiro, que apoiava a chapa de Alexandre Campello (Frente Vasco Livre), será o novo presidente do Conselho Deliberativo do Cruz-Maltino. 

Campello, inclusive, será o vice-presidente de futebol do Vasco, como o Extra noticiou inicialmente e o EI confirmou. Ele se juntou à 'Sempre Vasco', de Julio Brant, próximo às eleições e foi determinante para uma vitória (sem a Urna 7) em cima da chapa Reconstruindo o Vasco, de Eurico Miranda.  

Outras novidades também estão bem encaminhadas: Nelson Sendas é o nome principal para ser o vice-presidente de marketing. Como presidente do Conselho Fiscal, Eloi Ferreira Araújo foi o escolhido. Ele foi Ministro da Secretaria Especial de Politicas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR/PR). 

JULIO BRANT NO EXTERIOR 

O possível novo presidente do Vasco está no exterior desde a última semana tentando angariar recursos para o Cruz-Maltino. Brant tem passado por Europa (Inglaterra e França) e Estados Unidos (Califórnia, entre outros) por três motivos: buscar investidores para o Cruz-Maltino, apresentando as propostas e retornos que o clube pode oferecer, conversar com dirigentes, empresários e atletas do ramo do futebol para ganhar conhecimento e visitar estruturas dos clubes mais estruturados do mundo. 

Inclusive, em sua passagem pela Europa, Brant conversou com Maxwell, atualmente diretor do PSG. A mesma coisa aconteceu com Deco e Eto'o, como noticiado inicialmente pelo O Globo, mas segundo o Esporte Interativo apurou, não passou de uma "troca de ideias". Londres e Manchester também foram visitadas. Assistiu ao jogo entre City 2x1 Bristol, pela semifinal da Carabao Cup. A ideia é angariar recursos para quando assumir o Cruz-Maltino ter uma situação um pouco mais adiantada financeiramente, já que a Sempre Vasco espera um panorama complicado em relação a dívidas no Gigante da Colina.  

Fonte: Esporte Interativo