Juninho Paulista dá conselho para time vascaíno na estreia da Libertadores

31/01/2018 às 09h14 - FUTEBOL

Terceiro colocado na última edição do Campeonato Chileno, o Universidad Concepción é o rival do Vasco da Gama em sua estreia na Conmebol Libertadores 2018. O confronto desta quarta-feira (31/01) será o "número 1" entre as equipes, porém não significará a estreia do Gigante da Colina em Concepción. Há pouco mais de 17 anos, também pela competição continental, o Cruzmaltino atuou na cidade contra um outro adversário.

Em 09 de maio de 2001, em jogo válido pelas oitavas de final da Conmebol Libertadores, o Vasco da Gama desembarcou no sul do Chile para medir forças com o Deportes Concepción. Em virtude da espetacular campanha realizada na fase de grupos, com seis vitórias em seis jogos disputados, o time de São Januário entrou em campo como grande favorito para o duelo.  

Dentro de campo, apesar do adversário inaugurar o marcador logo aos nove minutos, o Gigante da Colina não se desesperou e justificou o status adquirido. Atual campeão do Brasileiro e da Copa Mercosul naquela ocasião, o Almirante empatou ainda no primeiro tempo, com Juninho Paulista. A virada veio na etapa final, aos 20, com Romário. No derradeiro minuto, o Vasco marcou outra vez, novamente com Juninho Paulista, vencendo assim por 3 a 1.

- Lembro muito bem desse jogo. Fizemos uma ótima partida naquele ano. Até saímos perdendo lá em Concepción, mas tínhamos um timaço, com diversos jogadores experientes. Não nos abalávamos facilmente. Essa característica nos fez virar o jogo na sequência. Consegui contribuir com dois gols, um até de cabeça. Por incrível que pareça, eu tinha uma boa impulsão (risos) - afirmou Juninho Paulista, grande destaque da única exibição vascaína em Concepción.

O palco desso histórico jogo foi o Estádio Municipal de Concepción, que também sediará o primeiro compromisso vascaíno na Conmebol Libertadores 2018. O "Collao" foi inaugurado em setembro de 1962 e passou por uma grande reforma entre os anos de 2013 e 2015 para receber partidas da Copa América, incluindo um jogo da Seleção Brasileira contra o Paraguai, válido pelas oitavas de final do citado torneio.

- Desejo sorte ao atual time do Vasco. Estarei aqui no Brasil na torcida por uma boa estreia na Libertadores. Que venha um ótimo resultado. O conselho que posso dar é ter paciência. Naquela época, e acredito que hoje também, não era fácil jogar fora de casa, principalmente em lugares como o Chile, a Argentina e o Uruguai. Que o Vasco tenha paciência, mesmo se as coisas não derem certo no início. É preciso ter controle para obter o resultado positivo - acrescentou o ídolo cruzmaltino, que também balançou as redes no jogo de volta, em São Januário.
 

FICHA TÉCNICA

DEPORTES CONCEPCIÓN 1 x 3 VASCO DA GAMA

Conmebol Libertadores 2001- Oitavas de final- Jogo de ida

Local: Estádio Municipal de Concepción, Concepción (CHI)

Data: 09 de maio de 2001

Árbitro: Ubaldo Aquino Valenzano (Paraguai)

Gols: Verdugo (09/1T, Deportes Concepción), Juninho Paulista (20/1T, Vasco da Gama), Romário (20/2T, Vasco da Gama) e Juninho Paulista (45/2T, Vasco da Gama)

Deportes Concepción: Navarro Montoya, Bautista, López, Perez (Frank Lobos) e Torres; Almendra, Aravena, Canete (Ibáñez) e Garrido; Montecinos e Verdugo. Treinador: Fernando Cavalleri.

Vasco da Gama: Helton, Clébson, Alexandre Torres, Fabiano Eller e Géder; Paulo Miranda, Jorginho, Juninho Paulista e Pedrinho (Viola); Euller e Romário (Dedé). Treinador: Joel Santana.

Fonte: Site oficial do Vasco